sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Restart, Neymar, Mallu: Ame-os ou deixe-os em paz

Restart

Na premiação do Video Music Brasil edição 2010, os meninos da banda Restart foram os grandes vencedores da noite, com cinco troféus: artista do ano, revelação, banda pop, clipe do ano por “Recomeçar” e hit do ano por “Levo Comigo”. Mesmo assim, foram vaiados pela plateia.

Quarta-feira, 22, o menino Neymar deu piti no jogo do Santos contra o Atlético-GO e xingou o técnico Dorival Jr. O quiproquó rendeu críticas severas ao jovem craque santista, que parece desnorteado com a montanha de fama e grana que acumulou em pouco mais de seis meses.

A menina Mallu Magalhães, fenômeno que emergiu da internet e com dois discos lançados, também é alvo de pedradas de quem esquece que ela tem apenas 17 anos. Neymar tem 18. E os garotos do Restart devem estar nessa mesma faixa de idade.

Todos eles alcançaram o sucesso muito cedo. Todos eles ainda estão em formação. São imaturos, claro. E tem a difícil missão de “crescer” enquanto já vivem como gente grande. Por isso, antes de jogá-los aos leões, como fazem os “sabidos” – essa turma descontrolada e doida para botar ordem no “manicômio” pop – que tal deixar os meninos se desenvolverem antes?

Você, pessoa dos anos 80, teve a sua chance de estourar nas paradas quando tinha 18. E, agora, acumula 30 ternos puídos no guarda-roupa e não sabe o que fazer com eles? Pois bem, sua hora passou. Conforme-se com o anonimato.

No Twitter, os “vernissages” da vida – “cabeças pensantes” que acham que arte válida é somente arte “sei-lá-o-quê?”, tipo Björk e Antony Hegarty acompanhados de pianinho dor-de-cotovelo – parabenizaram o músico Thiago Petit pelo prêmio Aposta do Ano do VMB. Por que não parabenizaram também o Restart, vencedor em cinco categorias? “Ah, o Restart é som para garotinhas Capricho”.

Sim. E daí? Algum problema nisso? Acho Restart pop-rock honesto e despretensioso. E honestidade e despretensão são as melhores coisas do rock. Todo o resto é firula. Acho Neymar mal-criado como todo garoto de 18 anos deveria ser. E acho Mallu Magalhães apenas uma menina em busca do seu lugar no mundo. Se eles não errarem agora, vão errar quando? Aos 40?

Vamos lá, pessoal! Vamos salvar nossos “jovens talentos” da picuinha dos bárbaros! Ser “adulto” - ou adulterado por essa vontade esquisita de parecer “cool” - não autoriza ninguém a puxar a orelha da molecada que descobriu cedo o seu modo de expressão.

Ame-os ou deixe-os em paz! Essa é a minha sugestão aos contrariados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário