quinta-feira, 23 de setembro de 2010

eu queria ser a garota Uniban

Geisy Arruda

Enquanto a gente acorda cedo e, muitas vezes, precisa chafurdar por horas no calor suarento de um ônibus lotado para garantir o pão nosso de cada dia, algumas pessoas parecem ter nascido com o “tal” virado para a lua.

Nesta quinta-feira (23), soube que Geisy Arruda, a garota Uniban, vai posar nua para uma revista masculina por R$ 300 mil.

A moça que causou tumulto na universidade paulista por conta do seu microvestido rosa também criou uma linha de roupas, vai lançar sua precoce biografia (“Vestida para Causar”) e está cotada para participar do reality show “A Fazenda”.

E o que Geisy fez para se transformar da noite para o dia em pessoa pública e bem-sucedida? Nada. Bastou ter curvas generosas e algum senso de oportunidade. Pronto. Virou celebridade instantânea.

Outra que não moveu um músculo sequer para atingir o sucesso imediato e ganhar um bom dinheiro com isso foi a paraguaia Larissa Riquelme. Um celular entre os seios fartos foi suficiente para elevá-la à categoria de “deusa”, com ensaio “clitoriano-artístico” para a “Playboy” e aparições constantes na TV.

Tanto Geisy, a loira com cara de bolacha Maria, quanto Larissa, a morena ponta de estoque, são “produtos” dessa sociedade conectada que supervaloriza cada vez mais aquilo que é supérfluo e descartável.

Geisy e Larissa são como aparelhos celulares. Logo vão virar sucata, sendo substituídas por modelos mais novos e mais interessantes em questão de meses.

O que dói é saber que, enquanto batalhamos para garantir uns trocados no final do mês e consumimos dezenas de livros de auto-ajuda que prometem nos indicar o caminho do sucesso e da riqueza, a garota Uniban, sem esforço algum, vai embolsar R$ 300 mil apenas para tirar a roupa.

Pensando bem, seu eu fosse uma gostosona, eu trocaria meus livros de gramática por um microvestido rosa. Quero ser descartável. 

2 comentários:

  1. Sei não, acho difícil pagarem essa grana toda pra Geisy. Reza a lenda que Playboy e Sexy negaram pagar R$ 130 mil pra Larissa Riquelme (que é muito mais mulher, vamos combinar).

    De qualquer forma, ela ganhou uma grana que eu levaria muito mais tempo pra conseguir, hehehehe. E quem foi que disse que o mundo é justo?

    ResponderExcluir
  2. A Geisy deve ser objeto de estudos, eu fico fascinado com a habilidade dela em se manter na mídia, pois nem bonita ela é. Ao menos isso a paraguaia com alma brasileira o é.

    PS: Sempre que "esbarro" com o fenômeno Geisy eu penso nos silvículas que a curraram na faculdade... Um leve sorriso se forma em meus lábios. Tudo culpa deles.

    ResponderExcluir