sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Save Your Logo

Urso panda

Milhares de empresas no mundo usam animais ou espécies da flora como logomarca. Pensando nisso, três entidades ligadas ao meio ambiente – Global Environment Facility, World Bank e International Union for Conservation of Nature – tiveram uma ideia bem bacana: convidar essas empresas para participarem de um movimento chamado Save Your Logo, que tem como objetivo arrecadar dinheiro para projetos de preservação de espécies ameaçadas de extinção.

A Lacoste, que tem como símbolo um crocodilo, foi a primeira a abraçar a causa. Vai doar meio milhão de dólares pelos próximos três anos para ajudar na preservação desses animais. “Queremos dar um pouco para nosso icônico crocodilo – a quem nós devemos tanto – de tudo que ele já nos proporcionou”, disse Michael Lacoste, presidente da grife, ao site WWD. “75 anos atrás, fomos a primeira empresa a colocar logomarca em peças de vestuário. Agora, somos a primeira companhia a patrocinar o Save Your Logo”.

A iniciativa inovadora envolve financiamento público e privado e conta com o apoio da Endowment Fund for Biodiversity. “Esperamos criar novas parcerias com o setor privado. Muitas empresas têm se beneficiado com as centenas de plantas e animais em torno das quais construíram suas marcas. Com a crise da biodiversidade no planeta é hora de essas empresas devolverem parte do que ganharam se querem que os seus logos não desapareçam”, declarou Monique Barbout, presidente executiva da GEF, durante o lançamento da campanha.

As verbas provenientes do setor privado serão investidas no Endowment Fund of Biodiversity e, depois, distribuídas entre organizações com projetos de conservação da biodiversidade. Parte desse financiamento também será utilizada na criação de um fundo de emergência para a preservação das espécies que estão na lista vermelha da IUCN (International Union for Conservation of Nature). A “red list” divulgada pela entidade no fim de 2009 apresenta dados alarmantes: cerca de 20% dos mamíferos, mais de 30% de anfíbios e répteis e mais de dois terços das plantas estão ameaçados de sumir do mapa. No total 17 mil espécies, entre plantas e animais, correm perigo de desaparecer. “2010 é o Ano Internacional da Biodiversidade e estamos ficando sem tempo. Já está mais do que na hora dos governos adotarem posições sérias para proteger as espécies”, avisa Jane Smart, diretora da IUCN.

O Save Your Logo também pretende criar o primeiro observatório global para a biodiversidade, utilizando uma plataforma multimídia para divulgação dos programas em andamento e reunindo pessoas interessadas no assunto. Assim como fez a Lacoste, empresas como Puma, Esso, Peugeot, Jaguar e Maaf também deveriam aderir logo à campanha. Outras marcas – ligadas à moda ou não – podem participar, adotando os “órfãos da biodiversidade”: plantas ou animais que não são utilizados em logomarcas.

Texto publicado originalmente na revista SPOT.


Nenhum comentário:

Postar um comentário