sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Um antidepressivo pra chamar de seu

O mundo encantado dos antidepressivos

Enfim, o psiquiatra: homem de uns 60 anos, com leve sotaque nordestino e uma tranquilidade zen-budista que quase me tirou do sério. Fez várias perguntas. E, depois de ouvir o meu relato, diagnosticou o óbvio: “Depressão”. Ok, eu estou com depressão. Qual o próximo passo?

Ninguém vai ao psiquiatra a passeio, para fazer exame de rotina. A psiquiatria é especialidade médica da qual procuramos manter distância segura. Ou por receio de que pensem que somos malucos. Ou por orgulho. Afinal, não é moleza sentar na frente de um estranho e assumir que estamos fracassando diante da vida.

Eu assumi. E o psiquiatra apenas fez a parte dele. Receitou esse tal oxalato de escitalopram – mais conhecido como Êxodus.

Assim que o psiquiatra falou o nome do remédio, lembrei de uma banda de black metal que ouvia na adolescência. Chamava-se Êxodus e era formada por cinco cabeludos com cara de mau. O som, ensurdecedor, deixava minha mãe em pânico.

Depois, descobri que Êxodus também é o nome de um álbum do Bob Marley, de um supervilão da Marvel, de um filme do Otto Preminger, de um livro do Leon Uris e de um navio usado por judeus que fugiram do Holocausto em 1947. Santa Wikipedia!

Mas por que diabos o laboratório batizou de Êxodus o seu antidepressivo? Acho Êxodus um nome meio assustador para um antidepressivo. Sinto que, ao engolir o primeiro comprimido, serei invadido por um exército de criaturas do inferno.

Há outro oxalato de escitalopram no mercado. Chama-se Lexapro. É bem mais caro, mais antigo e tem nome de remédio, não de banda de black metal.

Êxodus é um antidepressivo novo. Foi lançado em outubro de 2009. Dei um Google no nome e apareceu a seguinte descrição: “Medicamento da classe dos inibidores seletivos de recaptação de serotonina (ISRS)”. É indicado, segundo a fabricante, para o tratamento, prevenção e recorrência de depressão, transtorno do pânico, transtorno de ansiedade generalizada e fobia social.

Fui à farmácia. Comprei o remédio. Vou passar por um período de experiência. Tomarei Êxodus 10 mg durante quinze dias. Se meu corpo reagir bem ao antidepressivo, devo seguir com o tratamento por 60 dias. E, depois, retornar ao psiquiatra. Se tudo der certo, já com sinais de melhora.

Ainda não iniciei minha jornada ao “mundo encantado” dos antidepressivos. Estou com medo! Muito medo! Estou com medo de embarcar nessa viagem à “Terra dos Zumbis Felizes” e nunca mais voltar de lá.

146 comentários:

  1. Bem Vindo ao mundo quimico, como já fui usuarios de vários antidepressivos e psicotropicos... posso falar com propriedade, concordo, você passará por um periodo de alegrias e tristezas instataneas (muito loco isso), depois de pagar o jeito vai se tornar um ser quimico... de acordo com seu humor ou estado vai tomar um remedinho, assim será faliz e terá total controle quimico das suas emoções. Bem Vindo ao Mundo Moderno!!!!

    ResponderExcluir
  2. Tive recaida de depressão. Em ambos os tratamentos usei e uso exodus!
    Penso que é bem melhor tomar apenas um conprimido pela manhã do que fazer hemodiális ou estar a espera de um transplante...
    Agradeço a Deus por me dar a oportunidade de cura e por ter forças para superar essa doença que sóquem tem sabe o que é!
    FORÇA!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando se depende do entendimento de outra pessoa que deve ter superado as dificuldades da vida por si só, uma doença "física" receberá mais atenção e consequentemente haverá menor sofrimento psicológico do paciente. Um problema renal é indiscutível enquanto que uma depressão pode ser motivo para simplesmente ser chamado de fraco.

      Excluir
    2. Não subestimem a depressão. Há dois anos descobri que tenho esclerose múltipla, doença neurodegerativa incurável, e com isso minha depressão atacou forte. Tomei todos os antidepressivos existentes e o único que deu resultado foi o escitalopran, 20 mg/dia.
      Há dois meses descobri que estou com câncer de mama (detalhe: tenho só 32 anos
      ). Se não estivesse bem com relação a depressão, não poderia aguentar a barra das outras doenças e olha que estou sendo super forte até agora..

      Excluir
    3. Desejo que estejas ¨fortemente¨¨enfrentando as situações que surgem em nossas vidas.
      Fui diagnosticada com uma rara doença ((auto imune), faço tratamento com vitamina D.. Tenho um amigo portador de EM que iniciará tratamento com viit,D em breve.
      Fé e Força!

      Excluir
    4. é isso ai anônimo tb faço uso do excitalopran e concordo com você. Graças a Deus existe o medicamento pra doença horrível que é a depressão e o pânico, só mesmo quem teve pode dizer.

      Excluir
    5. Claro enquanto ouver medicina ajudando nos a viver com mais qualidade de vida estou dentro !muito melhor que ficar tendo desmaios e outras encanações ,e se fosse diabético ou tivesse pressão alta ? Tem que tomar e tentar se fortalecer não pensar como um perdedor ,faço tratamento há treze anos antes disso fiquei dez anos sem sair de casa ,hj eu vivo com medicamentos mas vivo

      Valéria

      Excluir
  3. Li seu post sobre o Exodus e vou te contar que foi o único remédio que me ajudou depois de quatro anos de terapia e "N" medicamentos. Não sou uma Zumbi Feliz, mas me tornei uma bipolar bem controladinha.Ainda tenho uns surtos de compras e novos cortes de cabelo, mas agora não choro à toa, nem "rosno" para ninguém. Vou tomar o resto da vida, pois THB, não tem cura. Na boa, sou feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. COM CERTEZA PARECE QUE ESTA FALANDO DE MIN,CORTES LOUCOS,COMPRAS,MAS SEM CHORO SEM MOTIVO.

      Excluir
    2. Faz um ano que tomo Exodus e não tive reações. Ele me ajudou contra pânico e ansiedade. Quando paro de tomar por apenas um dia, volta a ansiedade. Mas por sorte fiz um curso e descobrir como eliminar a ansiedade, pânico: gratis WWW.igabrasil.org.br

      Excluir
  4. Pois é... somos vários.
    Comecei o meu ha 10 dias, sinto os efeitos colaterais ('aguentáveis') e, por enquanto, nada de melhora. Mas, por exeperiencia relatada de um amigo bem próximo, continuarei investindo no tratamento.

    ResponderExcluir
  5. Comecei ontem... metade do comprimido de 10mg... Indicado para TAG... Sensação de como se eu estivesse tomando um betabloquador.. coração vagaroso, fadiga, sono, muito sono, como quando se toma um calmante forte demais...
    Espero melhorar logo disso para não acabar desistindo do tratamento... deveria ter aposentadoria por 2 anos para quem precisa tomar esses remédios... ninguém merece essas adaptações...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Meu noivo tá indo pro segundo mês tomando exodus e rivotril, também o segundo mês que está sendo acompanhado pelo psiquiatra. O problema dele é a ansiedade... ele diz que está bem com os medicamentos, porque as crises de pânico e ansiedade monstruosa desapareceram, mas ele mudou. Mudou e muito. Ele foi piorando (sentimentalmente falando) dia após dia. E hoje é um zumbi: trabalho - casa. E pra passar o tempo vive jogando Clash of Clans. Quem o vê pensa que ele está "curado", porque quando é pra interagir com alguém ele interage, ri, conta piada... mas ele não está bem. E eu tô sofrendo tanto quanto ele. Não sei o que fazer. Ele mal fala comigo agora e nem me toca :(

      Queria que alguém me ajudasse com conselhos e me desse alguma orientação de como devo agir e o que posso fazer pra tentar ajudá-lo.


      whats app: 82 96708686

      Excluir
  6. sou um poço de sensibilidade e os chamados senhores da felicidade ainda não encontrei mas vou continuar minha caminhada aos psiquiatras que de uma forma quimica tentam me livrar de uma merda de vida que encontrei enquanto fui um dependente de Cocaina ....não acredito em ser feliz tomando medicações mas acredito piamente que meus sinais e sintomas podem se acentuar se não tomar um remédio qualquer....vou buscar meu Êxodus e fugir dessa doença que leva tanta gente ao buraco !!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. olá, vou começar o tratamento amanhã com exodus 10mg,espero que o resultado seja positivo,pois ja tomei o valdoxan de 25mg durante 1 ano não tive resultado algum,pensei em larga o serviço pois e uma angustia muito grande só quem passa por isso sabe.boa sorte pra todos.
    So Deus e a solução.

    ResponderExcluir
  8. COMECEI A TOMAR EXODUS HÁ 10 DIAS E CONFESSO QUE SENTI MELHORA. MAS, CONTINUO NA EXPERIÊNCIA E NA OBSERVAÇÃO. MAS, TUDO É PALIATIVO, QUE DEVE SER ASSOCIADO À NOSSA FÉ EM DEUS E PERSEVERANÇA, E AMOR PRÓPRIO ACIMA DE TUDO, PARA O BEM DA NOSSA AUTO-ESTIMA. FELICIDADES!

    ResponderExcluir
  9. SOU ENFERMEIRA,LABIRINTITICA,BIPOLAR,HIPOMANIACA MAS CONFESSO SOU HEXAFELIZ . FAÇO TRATAMENTO COM UM MEDICO COM QUEM EU TRABALHEI COMO INSTRUMENTADORA CIRURGICA UM SUPER AMIGÃO QUERIDO MESMO SUPER SUPER.EU TRATAVA C/O PROCIMAX QUE É O CITALOPRAM AGORA VOU COMEÇAR COM O EXODUS E LENDO SUA MENSAGENS FIQUEI MEIA PERDIDA APAVORADA É RUIM ASSIM O EXODUS TOMARA QUE EU ME DE BEM C/ ESTE MED. QUER DIZER TENHO MUITA FÉ NO NOSSO CRIADOR JEOVÁ DEUS QUE ELE VAI ME AJUDAR A ME ADAPTAR A ESSE NOVO MEDICAMENTO. ABRAÇOS A TODOS E SUCESSO NOS SEUS TRATAMENTO E QUE O TODO PODEROSO JEOVÁ DEUS DE FORÇAS PARA VOCES UM ABRAÇÃO RITA DE CACIA LIMEIRA S.P

    ResponderExcluir
  10. Chato mesmo e descobrir que a possibilidade de tomar este remédio para o resto da vida existe.
    Descobri isto hoje e estou muito chateado.

    ResponderExcluir
  11. Temos que nos conscientizar de que o remédio é uma ajuda, mas a melhora depende muito mais de nós. Os efeitos colaterais iniciais são comuns em qualquer antidepressivo, mas logo você se sentirá bem e, aos poucos, se tornará uma pessoa mais ponderada e não precisará fazer uso do medicamento por muito tempo, até porque ninguém quer ter recaída.

    ResponderExcluir
  12. Comecei hoje com o Exodus 5 mg por uma semana e depois 10 mg. Não sei se vou virar zumbí da alegria, mas se virar...ótimo !!! Mil vezes melhor, do que ser a eterna baixo astral que fica trancada dentro de casa sem vontade nem de tomar banho.

    ResponderExcluir
  13. Vou começar a tomar o tal do Exodus (realmente, ê nominho!) amanhã. Seu blog está sendo de grande utilidade para diminuir minha ansiedade em relação aos efeitos colaterais :) Espero que o remédio funcione para que eu consiga ir aos lugares e fazer as coisas sem pirar e desistir do mundo num rompante - o que não tenho conseguido fazer com continuidade há pelo menos 7 anos. Minha maior preocupação além desses 10 primeiros dias aparentemente bizarros é em relação ao meu possível diagnóstico. Procurei o psiquiatra justamente porque esperava que ele me fizesse mais perguntas objetivas (observando o contexto das minhas queixas, é claro), mas acabei eu mesma tendo que cavar brechas no discurso dele (sobre ele) para provê-lo de mais informações (rs). No final o fator que mais me deixou insegura é que só procurei o psiquiatra agora porque depois de tanto tempo relutando em tomar "pílulas da felicidade" e tentando melhorar de formas alternativas, além de não ter melhorado nada piorei bastante e cheguei num ponto em que me sinto no limiar da sanidade mental. A instabilidade emocional e o vazio são as únicas coisas concretas em minha vida e, ultimamente, passei a saber como são os ataques de pânicos e a ideação suicida nunca foi tão clara, assim como os episódios de auto-agressão e de mania, que estão se tornando piores(andar em círculos repetindo mentalmente a mesma frase por horas sem "se perceber", perder o sentido de realidade, etc), além de comer desesperadamente e virar noites (e dias) sem dormir durante as crises. Tudo isso me fez pensar se não seria melhor, ao invés de APENAS fazer a terapia psicanalítica durante anos sem muito objetivo, procurar realizar um diagnóstico mais preciso ( meus "sintomas" se encaixam muito no que chamam de transtorno Borderline), porém, surpreendentemente, o médico que me atendeu (muito parecido com o seu, pela descrição) chamou os diagnósticos de "bobagem" e me "jogou" novamente para a psicanálise.
    Disse a ele que tinha "um forte imulso de me livrar da minha identidade" e ele pediu que eu repetisse a frase devagar, a escreveu numa folha e disse que "a questão da identidade é uma coisa muito importante, eu vejo aqui um cenário muito rico para a psicanálise" (rs). Me senti uma cobaia sem saber realmente a que tipo de profissional/terapia recorrer e confiar. Já tinha decidido a voltar para a terapia psicanalítica (e vou), mas tenho muita urgência em relação a certas coisas.
    Caso alguém se identifique e queira trocar uma ideia a respeito de linhas de psicoterapias bacanas(não conheço nada) seria uma luz.
    Enfim, é bom encontrar um lugar como esse para ler e dividir experiências.
    Força e abraço a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EXODOS sugere fuga, fugir nunca resolveu nada, principalmente fugir de sí mesmo. Tomo exodos À vário meses, é tão ineficaz que se eu tomar a agua e esquecer o comprimido vai dar no mesmo! antedepressivo é um engodo pois estou no terceiro e não sinto nada, nem pra pior nem pra melhor. funciona assim: o médico finge que te medica e voce finge que está medicado; passando assim o atestado de que voce está realmente louco.

      Excluir
    2. E ainda acham ruim ser chamados de malucos!

      Excluir
    3. Análise realmente é uma boa coisa para acompanhar um tratamento psiquiátrico, ainda mais pq pelo visto vc parece propensa a subjetivar as coisas, a objetividade de uma outra linha de terapia pode não ser a melhor escolha pra vc. Sobre o médico, eu aprecio ele não se prender ao diagnóstico, por mais que seja aliviante ouvir um enquadre dos nossos problemas, é algo que corre muito risco de banalização e talvez mais perdas do que ganhos. Dito isso, lamento pela falta de tato ou de atenção dele, pelo visto ele não entendeu que vc floreou uma frase com ideação suicida, rs. Não sei se vc faz análise, mas eu particularmente acho que é uma boa a amplitude de questionamentos que ela comporta diante de algo sem objetivo como um quadro depressivo e afins. Gosto da comparação entre análise e linhas divergentes como comparar esculpir uma estátua e pintar um quadro, na análise vc tá dentro de um bloco de mármore pronta pra ser construída pelo seu próprio discurso, na terapia vc é uma tela em branco onde o terapeuta muitas vezes pinta cores que não são as suas. Claro que isso é uma visão vulgar da coisa, e que cada um tenha as suas vantagens, mas acredito que vale a pena vc tentar uma análise, caso a pressa por uma solução seja um fator que aumente a sua angústia, pode tentar uma terapia cognitiva, mas nunca deposite todas as suas moedas no mesmo "diva", veja qual é e procure um profissional que te passe confiança, sem isso a linha pouco vai importar.

      Excluir
    4. Li que para borders seria interessante uma abordagem Winnicottiana. Tb sou uma pessoa assim, todos os profissionais que me trataram relutaram em me carimbar um diagnóstico, mas acabam me descrevendo de um jeito bem identificável. Me dizem que são "traços da minha personalidade". Vou começar amanhã a tomar escitalopram. Espero que me ajude a ficar menos impulsiva e depressiva. Já tomei paroxetina por uns anos e via uma sutil diferença. Efexor e Fluoxetina não me fizeram notar mudança alguma, além deste último me dar dor de cabeça. Estou esperançosa sobre o Reconter.

      Excluir
    5. Sofro de depressão e sindrome do pânico, além de ansiedade generalizada, enfim tudo junto pra tirar minha paz e vontade de continuar vivendo nesse mundo! Hoje Deus sabe que a minha maior vontade e morrer para este mundo e me encontrar logo com Jesus nosso salvador, porém tenho que aguardar o momento em que Ele vai me chamar, mas com toda certeza vai ser o momento de maior felicidade pra mim, pois vou me livrar de todas essas doenças e das centenas de comprimidos que já tomei de: sertralina, escitalopram (exodus), paroxetina, cittá, rivotril, alprazolam e outros sem nunca ter conseguido a cura pra esse sofrimento! Peço que Deus me dê forças pra aguentar até o dia que Ele me chamar para o céu e por fim ao meu sofrimento! Um abraço a todos vocês meus irmãos! fiquem na paz de Cristo!

      Excluir
    6. A vc Anônimo: A Paz de Cristo!

      Excluir
    7. To muito mal ...

      Excluir
    8. Meu noivo tá indo pro segundo mês tomando exodus e rivotril, também o segundo mês que está sendo acompanhado pelo psiquiatra. O problema dele é a ansiedade... ele diz que está bem com os medicamentos, porque as crises de pânico e ansiedade monstruosa desapareceram, mas ele mudou. Mudou e muito. Ele foi piorando (sentimentalmente falando) dia após dia. E hoje é um zumbi: trabalho - casa. E pra passar o tempo vive jogando Clash of Clans. Quem o vê pensa que ele está "curado", porque quando é pra interagir com alguém ele interage, ri, conta piada... mas ele não está bem. E eu tô sofrendo tanto quanto ele. Não sei o que fazer. Ele mal fala comigo agora e nem me toca :(

      Queria que alguém me ajudasse com conselhos e me desse alguma orientação de como devo agir e o que posso fazer pra tentar ajudá-lo.


      whats app: 82 96708686

      Excluir
  14. uso o escitalopram também e uso com cocaina , cocaina e escitalopram é a melhor mistura do mundo ... melhor mistura que já fiz , sou farmaceutico e posso lhe garantir você vaoi ser mais feliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. poxa, assim vc me anima a fazer coisas das quais eu ando querendo me afastar.

      Excluir
    2. Credo prefiro aguentar minha depressão do que virar uma usuária de drogas, é um poço sem fim, é um caminho sem volta, que horror, isto não é conselho que se dá, já vi muita gente destruir famílias por causa da cocaína e do crack. Só Jesus na causa.

      Excluir
  15. para o de cima
    voce ja era amigo

    ResponderExcluir
  16. começei a tomar o escitalopram ja tem 2 dias e para mim foi incrivel, me ajudou muito efeito colateral por enquanto insonia mais é muito bom otimo blog

    ResponderExcluir
  17. Parei de tomar o Lexapro (escitalopram) faz 4 meses e os sintomas da depressão estão voltando forte... meu psiquiatra havia alertado que eu sentiria isto em torno de 3 meses depois, mas estou ficando desesperada... procurando remédios alternativos pq os outros meios (academia, meditação e etc) não tenho vontade, força para fazer.. e sei que isto é só mais um sintoma.... não sei o que fazer, to meio desesperada =(

    ResponderExcluir
  18. eu tomei Fluoxetina por anos, mas me deixava sempre com sono durante o dia, com letargia, tinha menos foco, menos potencial. Passei para o citalopram e foram anos de semi-melancolia e uma sensação de que eu não estava produzindo tudo o que podia e que havia um distanciamento do meu "eu real".
    Resolvi parar por conta propria, afinal as vezes eu esquecia de tomar e achava que não estava funcionando mesmo. Pois bem, foi a pior merda que eu fiz, pela primeira vez na vida tive uma crise verdadeira de depressão, daquelas em que ansiedade extrema e depressão de não sair da cama se misturam. Não se pode simplesmente parar por conta propria, sem amparo médico, foi isso que eu aprendi.
    Fui a outro psiquiatra, nnao ía a um ha anos e ele me disse que provavelmente eu teria que tomar antidepressivo para sempre. Funciona assim: depois de dois ou três episódios depressivos maiores, aconselha-se a nnao parar de tomar o antidepressivo, pois o caso é crônico.
    Comecei então a tomar Sertralina por 3 semanas, o inicio foi péssimo! não tomava antidepressivo ha meses e desencadeou uma serie de efeitos horriveis. Passados os efeitos colaterais iniciais, percebi que a Sertralina me deixava 'walking dead' e em estado de 'anedonia' - vc nnao tem tristeza profunda, mas tb não tem prazer.
    Meu medico me indicou Valdoxan e estou no quarto dia. Por enquanto sem efeito, pq demora pelo menos uma semana pra começarem os efeitos antidepressivos, mas enfim, a realidade é esta, melhor tomar e enfrentar o auto-preconceito (paciente psiquiátrico e que toma antidepressivos reclama do preconceito alheio, mas o maior preconceito é o dele mesmo) e tentar viver com a condição que me é imposta do que parar e piorar tudo.
    Um dia após o outro... é isso aí.
    http://depressaooveunegro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Há mais de 1 mes comecei a tomar o RECONTER - Oxalato de Escitalopram 10mg e estou me sentindo muito bem.Tive muito sono na primeira semana e passava o dia flutuando, então troquei o horário de tomar o remedio, em vez de pela manhã, agora tomo antes de deitar. Agora só tenho suor excessivo e boca seca, são efeitos um pouco desagradáveis, mas não matam ninguém. Vinha tomando Sertralina há uns 15 anos e não estava adiantando nada para os Transtornos do Pânico e Fobias que tenho (inclusive a de tomar qualquer remédio). Agora me sinto bem mais disposta,mais calma, menos ansiosa e com a mente clara, não me irrito mais por qualquer coisinha. Tá valendo a pena tomar o RECONTER, os efeitos colaterais passam e fica mais fácil levar a vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que comigo seja assim....vc foi a única pessoa que me animou!!!

      Excluir
    2. Quantos dias demorou para fazer efeito positivo?? Você sentiu aumento de ansiedade nas primeiras semanas??

      Excluir
    3. Comecei a tomar ontem o Reconter. O médico avisou q eu sentiria náuseas e eu senti durante a noite e ainda estou sentindo, ele falou q seria normal nos primeiros dias. É suportável desde que eu fique deitada, pq tbm me senti um pouco com tontura. Mas é isso.

      Excluir
    4. Depois que comecei a tomar a sertralina, minha depressão piorou demais! A ponto de me dar crise de pânico e só pensar em morrer. E eu teria coragem pra fazer isto. Insisti uma semana e parei. Pensei que fosse TPM e depois que passou, voltei a tomar. Mesma coisa. Pra mim, a Sertralina deu efeito reverso.

      Patrícia

      Excluir
    5. Tomo Reconter 10mg a 2 meses , estou super bem, tinha transtorno de ansiedade e depressão, realmente agora sou zumbi da alegria, as vezes me pego rindo de nada, chorava todos os dias , durante este período não derramei uma lágrima os efeitos colaterais que sinto são esquecimento , as vezes não lembro sequer a minha idade, boca seca, suor excessivo e muiiito sono, Estou tratando também com uma psicanalista, mas não estou gostando , ela parece minha mãe passa sermão o tempo todo, e me instiga a tomar atitudes que as vezes não quero.

      Excluir
  20. tomei o citalopram 2 anos agora meu medico passou para o exodo me sinto muito bem quanto com o citalopram como com o exodo muito bom mesmo...

    ResponderExcluir
  21. Olá pessoal, já estou nesse mundo químico há uns 3 anos,devido ao diagnóstico de TAG, e já passei por vários tipos de drogas,Paroxetina,Sertralina,Fluoxetina e Enfim Escitalopram, que na real foi o qual melhor me adaptei, claro associado regularmente ao Lexotan, me adaptei muito bem a ele, me deixou um tanto que equilibrado, e tranquilo, mas como disse sempre acompanhado do sintomático, que na real, quando o bicho pega, é ele quem trabalha pra valer. Bom em resumo, no meu caso, o sintomático é muito mais indispensável, pois na hora de pico ele ajuda muito, tdo bem que é tarja preta e coisa e tal, ainda to com escitalopram, mas as vezes tenho crises de ansiedades terríveis, e só o lexotan que resolve, as vezes duas vezes ao dia, tem momentos que tenho vontade de parar com tudo, mas minha psiquiatra não pensa assim, e assim vou levando, até onde num sei, mas o escitalopram de todos que usei, foi o melhor....

    ResponderExcluir
  22. Uso efexor (venlafaxina) e welbutrim (bupropiona), não é grande coisa, como nenhum é, mas me mantém de pé, pelo menos consigo ir na terapia, mas sempre há recaídas. Tomei antes desse o exodus...porcaria! Além de todo o problema da depressão ainda fiquei mentalmente imprestável, fiquei burra, desatenta, bem lesada no raciocínio. Depressiva sim, zumbi não!!! Mas nunca é igual,cada um reage de um jeito...experimentei de tudo, há 12 anos é assim...não fazem milagre, não salvam ninguém e nem são promessa de uma vida melhor! É uma roleta russa, se for esperto e tiver um pouco de sorte vai encontrar uma maneira razoável de sobreviver com o problema, ou isso ou nada. Boa sorte a todos! Minha dica: a terapia é essencial pra continuarmos nos sentindo gente, apesar de tudo. Abç.

    ResponderExcluir
  23. é realmente eu não sei se os antidepressivos fazem os efeitos que gostaríamos que fizessem tomo sertralina a 5 anos e não paro por medo da abstinência não me sinto mais depressiva mas prefiro não arriscar e é isso aí viver um dia de cada vez e o principal não deixar que façam o que quiserem com a gente ter voz ativa e qdo precisar mandar tudo se danar mandar mesmo isso ajuda muuuuuito.

    ResponderExcluir
  24. Olá,vim parar aqui na procura do nome do meu novo remedio,já tentei um antidepressivo antes, o assert, só que pelo medo e com muitas mudanças de humor resolvi parar no quinto remedio,depois de anos meu novo psiquiatra disse que esse n era certo pra mim. E estou aqui com o oxalato de escitalopram esperando pra me levar para o pais das maravilhas, estou com medo tambem de entrar nesse novo mundo, pois tenho imaginação fertil, e acho que tudo que pode dar errado se tomar o remedio ira acontecer comigo. Bom é legal ver que tem gente que fala sobre isso.

    ResponderExcluir
  25. Oi, tenho apenas 22 anos e já estou usando o Exodus. Comecei no ano passado com uma crise de palpitação no coração, tremores, choros e calafrios. Tudo isso resultou em sindrome do panico e inicio de depressão. Como diz meu médico, não se sabe quem veio primeiro. Já passei por dois remédios como o Valium (antigo demais!) e o Serenata, mas somente o Exodus é que me fez entrar no eixo. Comecei com 2 gotas, a cada semana aumentava mais 2.. chegando a 10 gotas, o equivalente a 10mg. Como ainda tenho sinais da sindrome do panico..o famoso "MEDO DE TER MEDO" meu médico achou melhor corrigir a dose pra 15mg. Estou indo bem. Mas ainda com medo. Gostaria muito de trocar experiências, pois as vezes penso que o que tenho não é só emocional. Faço terapia, estou bem melhor que antes, mas mesmo assim fico encafifada.... é dificil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu noivo tá indo pro segundo mês tomando exodus e rivotril, também o segundo mês que está sendo acompanhado pelo psiquiatra. O problema dele é a ansiedade... ele diz que está bem com os medicamentos, porque as crises de pânico e ansiedade monstruosa desapareceram, mas ele mudou. Mudou e muito. Ele foi piorando (sentimentalmente falando) dia após dia. E hoje é um zumbi: trabalho - casa. E pra passar o tempo vive jogando Clash of Clans. Quem o vê pensa que ele está "curado", porque quando é pra interagir com alguém ele interage, ri, conta piada... mas ele não está bem. E eu tô sofrendo tanto quanto ele. Não sei o que fazer. Ele mal fala comigo agora e nem me toca :(

      Queria que alguém me ajudasse com conselhos e me desse alguma orientação de como devo agir e o que posso fazer pra tentar ajudá-lo.


      whats app: 82 96708686

      Excluir
  26. Olá, cheguei aqui pq digitei "reconter" e apareceu a sua postagem. Fiquei assustada com os relatos. O meu caso é típico, comecei com uma crise de ansiedade e somado a isso eu tive uma vida insone, nunca dormi direito. Depois de uns eventos com meu filho q na realidade era só uma adaptação a pós adolescência e tudo bem, só q isso me levou ao psiquiatra pela primeira vez. Comecei a tomar o reconter e tomei por quase um ano. Decidi q poderia parar e com auxilio da minha médica fui parando...depois de seis meses tive talvez a primeira crise real depressiva. Tô mal, voltei ao psiquiatra e ela retomou o reconter ( na real nunca deixei de ir ao psiquiatra pq uso remédio para dormir) comecei antão a tomar o reconter de 10mg, mesmo assim me ferrei, fiquei muito mal e ontem voltei ao psiquiatra de emergência, ela aumentou a dose me deu três dias de atestado e hoje eu passei muito mal. n comi nada e tô um trapo. espero q os sintomas passem e eu consiga ficar bem como eu costuma a ficar! Boa sorte sempre, e só para n esquecer "qualquer amor é um descanso na loucura..."

    ResponderExcluir
  27. Curiosa cliquei e achei este blog... Eu achei o máximo. Mas confesso que estou com medo de tomar tb.
    Acho que se o médico (cardiologista), me receitou este é pq ele sabe. Mas vamos combinar, sou expressamente apenas nervosa, mas no transito com filhos e tal... e não vejo necessidade de tomar este oxalato de escitalopram. Mas vamos lá vou começar amanhã. Depois volto para dizer o que acontece, rss... boa sorte!

    ResponderExcluir
  28. Comecei a sentir fortes dores no peito, uma pressão, falta de ar, tontura, há mais ou menos 1 ano em situações esporádicas, daí há uns 6 meses esses sintomas começaram a se intensificar, com frequências de até 3x por semana. Então resolvi procurar um clinico geral, pensando eu ser algum problema de saúde qualquer ou até mesmo cardiológico. Fui no cardiologista tmb,que me disse que meu coração estava ótimo. O clinico disse que o que eu tinha era ansiedade, um inicio de depressão, e passou esse reconter, e o cardiologista confirmou o diagnóstico. Tomei a primeira cápsula ontem e senti forte dor de cabeça, enjoo e tontura. Ele mandou q tomasse antes de dormir. Bom, deu vontade de parar, não fosse essas dores e a falta de ar q sinto.

    ResponderExcluir
  29. Marcos,
    fiquei pensando se a banda Êxodus da sua adolescência não seria um remédio melhor...

    ResponderExcluir
  30. Comecei com o Reconter hoje, que tem a mesma formula do Exodus. O psiquiatra indicou porque tenho agorafobia. Tenho certeza que vai dar tudo certo. Já usei rivotril, tegrex, sertralina e venlafaxina e não adiantou... estou meio nauseada, mas nada insuportável. Boa sorte a todos.

    ResponderExcluir
  31. É a segunda vez que tomo 10mg de Reconter. Deu mt certo da primeira vez, mas, alguns meses depois de parar, caí numa profunda depressão, do nível de não ter vontade de levantar da cama e me sentir um verdadeiro LIXO o tempo inteiro. Voltei aos 10mg há três meses e me sinto muito bem. A única coisa que pega são os efeitos colaterais, dor de cabeça quase diária e uma sensação de "nó" na garganta qd o estômago começa a ficar vazio. Acho que ou perguntar a meu médico se vale a pena tomar antes de dormir, pq realmente incomodam muito.

    ResponderExcluir
  32. (Mas, completando, não me sinto um "zumbi feliz". Luto todo dia com essa tristeza gigantesca que me atravessa, com todas as armas que tenho. E a vida não tem sido facil nós últimos anos, o que talvez tenha levado às recaídas. Mas sinto que o antidepressivo me dá uma chance, torna abatalha justa entre mim e a tristeza, a desesperança, a falta desprazer, a baixa auto-estima. )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. è muito melhor se sentir um zumbi feliz do que carregar o fardo da depressão, tive depressão depois que minha mãe teve um cancer agressivo e meu pai uma neofropatia grave , ficou no cti e quase morreu, hoje depende de hemodiálise para viver e sequer poderá fazer transplante.tomo Reconter e me ajuda muito a superar

      Excluir
  33. Mais um aqui começando a vida de novo vom escitalopram... mais uma "lexafeliz". Começando com fé.

    ResponderExcluir
  34. Comecei ontem o Reconter, e os sintomas de nó na garganta, pouco ar para respirar, pânico/medo de Passar mal, e quem sabe morrer me incomodam bastante. Ao ponto de não saber se devo continuar. É realmente tudo muito novo, porque sempre fui ligado demais, tipo 220volts. Fui pego por uma crise forte de ansiedade aliada a picos de pressão e agora faço uso de ansiolíticos e mais esse Reconter. Realmente não sei oq pensar nesse momento. Estou certo que quero sair dessa. Não me importo com rótulos, sempre ignorantes e ignoráveis. Estou buscando forças para continuar o tratamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MINHA ESTOU NO TERCEIRO DIA, MAS A PSIQUIATRA ME RECOMENDOU FAZER UMA ADAPTACAO, NOS SEIS PRIMEIROS DIAS ELA ME PASSOU MEIO COMPRIMIDO DE RECONTER E ESTÃ TANQUILO...

      Excluir
  35. Estou no quarto dia de Reconter. Tratamento um pouco chato por conta dos colaterais, mas até agora suportável. Ainda me sinto estranho, orando frequentemente para Deus me curar, buscando forças na minha fé. Realmente gostaria de trocar informações com pessoas que tiveram sucesso no tratamento. Meu email italoparentedepontes@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Italo, sábado eu faço 20 dias de tratamento (o tempo que o médico pediu para eu tratar) o que posso te dizer é: Os efeitos colaterais só acabaram depois do 13° dia e ainda assim as vezes sinto tontura. Cheguei a sentir de tudo. Acordar de madrugada com a vista embacada, senti muita náusea, dor de cabeça, cansaço me sentia mole e as vezes no mundo da lua. MAS, agora me sinto até que bem. Passo o dia inteiro com energia, comecei terapia, acredito tbm que Deus pode "tirar" isso de mim, mas dando força ja ta otimo. As vezes fico com medo de ter crise de pânico, mas já sei q tenho q aprender a lidar com isso. Sei q nada vai acontecer e que eu nao vou morrer. É tudo fruto de pensamentos negativos, nesse momento eu abro a bíblia e leio e aquilo que ia me pegar, some e a crise nem passa perto.
      Conselho: Paciência, tudo na vida passa!

      Excluir
  36. Acredito que para quem realmente é doente, o remédio funciona e a longo prazo! Quem não é depressivo, bipolar etc. é apenas triste, e tristeza não é doença, por isso tomar ou não a medicação não fará diferença...eu sou bipolar, e após anos de sofrimento, aprendi que só com medicamento e terapia consigo ter autocontrole, mesmo com algumas recaídas e várias tentativas de suicídio...

    ResponderExcluir
  37. De forma alguma sinto-me idiota feliz, mas agradeço ao OXALATO DE ESCITALOPRAM por ainda estar viva!

    ResponderExcluir
  38. Depois que comecei a tomar a sertralina, minha depressão piorou demais! A ponto de me dar crise de pânico e só pensar em morrer. E eu teria coragem pra fazer isto. Insisti uma semana e parei. Pensei que fosse TPM e depois que passou, voltei a tomar. Mesma coisa. Pra mim, a Sertralina deu efeito reverso. Noite passada os pensamentos foram os piores possíveis. Graças a Deus o efeito passou. Já liguei pra meu psiquiatra relatando minha reação e vou lá hoje pra trocar a medicação.

    PATRÍCIA

    ResponderExcluir
  39. Estou no meu segundo dia de RECONTER, a alegria transparece no meus olhos, coloco a música e danço.... Depois vem a sonolência.... Ah claro, sem falar da recomendação de iniciar uma psicoterapia.... E assim seguiremos nessa jornada.... Juntos... Forca, coragem, Fe.

    ResponderExcluir
  40. Chocada com o quanto me identifiquei com cada comentário falando sobre o RECONTER.
    Aos 16 anos tive uma crise de ansiedade parecia com um ataque epilético porém eu estava completamente consciente (só aprecia mesmo).
    Desde então nunca mais tive algo parecido porém aos 17 tive vaaarios sintomas que indicavam ser fibromialgia (não tratei) aos poucos os sintomas foram diminuindo mas hoje com 18 anos tenho constantemente espasmos musculares (dedos, mãos, pernas pálpebras e etc,).
    Depois de tanto me auto-enganar, achando que isso ia parar, que era coisa da minha cabeça, que como todos diziam e ainda dizem que sou muito nova pra ter isso, procurei ontem um neurologista que me receitou RECONTER (foi a assim que achei esta pagina). Ainda não comprei mas...
    Com certeza comprarei. Escuto Jazz, Blues, MPB, Soul pra me acalmar:me ajuda.

    AGRADEÇO A PAGINA E A TODOS OS COMENTÁRIOS ME FAZ SENTIR QUE NÃO SOU UNICA NESTE BARCO DE ESTRESS E ETC.

    Alguém poderia me dar uma dica de como falar com um psicologo?
    Difícil se abrir com alguém que mal conhecemos e contar pra ele coisas que nunca contamos a ninguém.
    (Me faço de durona kkk um pouco de orgulho da minha parte mas depois de ficar internada, a procura de uma doença que ninguém sabia o que era ou o que havia causado, que todos sentiam "peninha" de mim... fiquei assim). :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RESPONDENDO A MIM MESMA PRA RELATAR
      Pra lascar logo contudo, acabei de ler uma matéria sobre uma pequena alergia que apareceu em meu braço , que diz quem em 90% dos casos essa alergia aparece em quem tem sintomas de: estresse, depressão ansiedade... :s

      Excluir
    2. olha, pela minha experiência em 6 meses de terapia (que foi muito positiva) posso dizer que vale a pena. Comece pelos sintomas que vem tendo, em que situações eles aparecem, como vc se sente no momento. Aí depois, conforme for se acostumando, cave mais fundo nas suas emoções. Vc pode não gostar do psicólogo(a) tmb, mas não desista, procure outro(a). É bom buscar uma recomendação antes, pode ajudar a acertar. Ele(a) fará perguntas também e ajudará a refletir vc mesmo.Psicólogos são treinados pra não julgar. Mesmo que vc tenha feito a pior das coisas a função dele não é dizer se foi certo ou errado, é te levar a melhorar, a criar forças para sair de onde você está e ir para onde você quer. É importante fazer os "deveres de casa" se ele(a) passar algum. Espero ter ajudado! Abraços!

      Excluir
  41. A um ano tomo o Escitalopram e estou me sentindo muito bem,não tenho mais mal estar vontade de ficar na cama chorando,sindrome do pânico,estou otima,graças a Deus.

    ResponderExcluir
  42. O lexapro salvou minha vida ! E ele é muito diferente do êxodos, experiência própria, o exodos não dava efeito nenhum, já o lexapro é ótimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo meu caro! Tomei o lexapro durante uns dois meses e depois mudei para o exodus, bem mais barato, e não senti diferença nenhuma!

      Excluir
    2. Eu concordo com o joel! O lexapro é bem melhor que êxodos...mas talvez isso dependa do organismo de cada um.

      Excluir
    3. realmente depende de cada organismo...minha historia e bem interessante...sempre criticava quem tinha depressao etc...ate que comecei ter crises de panico muito intensas é terrivel vc nao sabe o que ta havendo peansa qe vai morrer...depois da via sacra a varios medicos e trocar varias medicaçoes..tomo 20mg reconter 1200oxcarb e mais 300mg de bup...ja faz 1 a e meio e ainda me sinto muito mal...a medica disse vai acrescentar mais um tipo de antidepre...não e facil pessoall

      Excluir
    4. Se vc não se abrir com o médico em detalhes,fica difícil pra ele constatar qual é o seu problema realmente e acertar a medicação... em vista disso,não havendo melhora,acaba desistindo do tratamento,achando que a culpa é do médico ou do medicamento. Leve em conta de que o tratamento é um processo a longo prazo e a eficiência em partes depende da sua colaboração em todos os sentidos...não tomo nenhuma medicação,mas convivo com várias pessoas que amo e precisam de medicamento...meu marido,irmã e amigos, entendo perfeitamente o que essas pessoas passam,mas pode ter certeza que uma solução existe para cada caso, primeiro JEOVÁ DEUS,mas procurar um médico tbm é essencial,desejo melhoras á todos!

      Excluir
  43. Já estou no quinto dia tomando o reconter 10 mg! sinto uma pequena melhora... já tem uns 7 meses meses que venho me sentindo mal dores de cabeça com zumbido no ouvido e com medo de ter uma doença grave ou morrer!! Fui em vários medicos:cardiologista,neurologista,otorrino e fiz varios exames e anda tudo normal!!! decide então ir ao psiquiatra e ele me falou que eu estou com transtorno de ansiedade!! ele me receitou Reconter 10 mg um pela manha e o Frontal xr 2mg um antes de dormir!! Espero que eu melhore pois a situação está muito ruim....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi bem o que aconteceu comigo..

      Excluir
  44. Já estou no quinto dia tomando o reconter 10 mg! sinto uma pequena melhora... já tem uns 7 meses meses que venho me sentindo mal dores de cabeça com zumbido no ouvido e com medo de ter uma doença grave ou morrer!! Fui em vários medicos:cardiologista,neurologista,otorrino e fiz varios exames e anda tudo normal!!! decide então ir ao psiquiatra e ele me falou que eu estou com transtorno de ansiedade!! ele me receitou Reconter 10 mg um pela manha e o Frontal xr 2mg um antes de dormir!! Espero que eu melhore pois a situação está muito ruim....

    ResponderExcluir
  45. O que tem haver sotaque nordestino com isto. Informação infeliz e desnecessária.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não ví nenhum problema na informação. Foi apenas para enriquecer o texto. Se ele fosse francês não poderia mencionar seu "leve sotaque francês"? Só espero que você não esteja vendo pêlo em ovo!

      Excluir
  46. anonimo 19 de agosto 2013, sua história é bem parecida com a minha, converse comigo é muito bom dividir experiências, estou sofrendo muito. meu nome é Faby!

    ResponderExcluir
  47. Tomo o EXODUS a 8 meses para sindrome do pânico é realmente muito bom depois que comecei a tomar não tive faltas de ar e daí consegui ir aprendendo e melhorando da SDP. Meu skype é horacinho22 adicionem aí para trocarem experiências.

    ResponderExcluir
  48. Passei por uma separação recente (depois de 10 anos), aliado a um trabalho estressante... Sentia um aperto no peito incontrolavel, crises de choro, falta de vontade de fazer qualquer coisa, pernas travadas pela manhã, pânico, ideia de suicidio...comecei psicoterapia e após a psicóloga me dizer por várias sessões que era hora de procurar um psiquiatra, resolvi ir. Minha separação foi em setembro, comecei a psicoterapia em novembro e procurei o psiquiatra somente em agora no final de janeiro. Ele me receitou RECONTER (1/2 comprimido por 4 dias e depois 1 inteiro). Venho sofrendo de insonia, os apertos no peito ainda persistem, as crises de choro deram uma diminuida. Ainda não tenho certeza, mas aparentemente estou melhorando... pouco a pouco... na quinta feira completo 20 dias de tratamento e retorno ao psiquiatra.... vamos na luta...

    ResponderExcluir
  49. Alguém ai toma Reconter?

    ResponderExcluir
  50. Comecei a tomar o espran a dois anos, e a melhora foi muito significante. 8 meses depois, me achando super recuperado e sem ânimo de gastar 200 reais em uma consulta só pra renovar uma receita, parei o tratamento. Resultado: Se eu achava que tinha ido no fundo do poço, no inicio da depressão, agora fui no centro da terra. Voltei ao tratamento, mas parece que agora não faz mais o efeito de antes. Sinto um desânimo de viver absurdo. Uma solidão horrível e irreparável. E parece cada dia pior...

    ResponderExcluir
  51. Estou numa fase bem complicada, meu emprego está por um fio, não é por falta de competência não, sempre fui muito forte. Trabalho todos os dias sem furos! Mas de um tempo pra cá, tudo mudou. estou sendo substituída no meu trabalho e ainda me deixam na mesma sala da pessoa que eu estou sendo trocada, imaginem como isso é terrível piscologicamente, e ainda chego em casa e tenho um companheiro que nem liga pra mim, nem quer saber como foi meu dia e ainda se digo algo me xinga com palavras ruins, hoje me sinto bloqueada para o mundo, não consigo me libertar dessas aflições e dar o próximo passo, fui buscar tratamento psquiatrico, por que não tenho mais vontade de viver, já cortei os braços, tomei varios remédios para não acordar mais e ainda tenho filhos que nem ligam pra mim, O psiquiatra me receitou o Lexapro to no 2 dia e ainda sinto tudo isso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vá buscar sua cura na Igreja Mundial do Poder de Deus, lá existe Deus de verdade! Os que duvidam, basta ir com o coração temente a Deus e traga a sua cura, aposto com você, se entregue a Deus e coração e se desapegue das coisas materiais, busque a Deus e não julgue a igreja, pois é bíblico e pecado Julgar! Vá na sede da Mundial em São Paulo e traga a sua cura. Deus abençoe.

      Excluir
    2. WWW.igabrasil.org.br entenda a si mesmo e seus problemas

      Excluir
  52. olá, estarei começando este novo caminho, fantasiada de ZUMBI, vou encarar com garras de LEOA para superar as lágrimas e desesperos. Não é fácil, as vezes sinto até medo de morrer e deixar as pessoas mais próximas. Fiquei sabendo que uma pessoa que tomou subiu loucamente em uma grade e começou a gritar, AFF ! Loucura, loucura.... vou pedir a Deus fortalecimento espiritual.

    ResponderExcluir
  53. Meu caro, como li em um comentário por aqui: NÃO SUBESTIME A DEPRESSÃO! E não se sinta fraco ou fracassado por ter de recorrer à química para restabelecer, repito, RESTABELECER sua saúde mental! Mas se apegue apenas ao remédio. Ele NÃO é a cura do problema, como bem me disse meu psiquiatra na primeira sessão! O remédio só nos ajuda a enfrentar as crises, a restabelecer a química cerebral, que já está comprometida! Eu falo de cadeira, pq tb tentei fugir dos antidepressivos de qualquer jeito. Não queria aceitar que tinha SÍNDROME DO PÂNICO e, mais que isso, que precisar de um comprimido pra ajudar a enfrentar isso. Tentei sozinho e... me ferrei! Agora esto tomando o exodus, um comprimido de 10mg pela manhã já há uns 5 meses e estou ÓTIMO. Mas, friso, não me limitei ao remédio. O remédio apenas me ajudou a retomar a minha vida. Atividades físicas e vida social são fundamentais para restabelecer suas alegria de vivier. Mas, por eqto, o remédio é o primeiro, e necessário, passo! Vá em frente e confie no seu médico. Mas cuidado com essse psiquiatras que só sabem enfiar remédio a cada reclamação do paciente. Graças a DEUS, tenho um psiquiatra e amigo que não é assim! Boa sorte!

    ResponderExcluir
  54. é isso ai, valeu pela força, estou tomando exodos a 2 meses e sinto que melhorei bastante, mas como vc disse temos que nos ajudar também, abraços!

    ResponderExcluir
  55. Eu tenho varios tipos de transtornos,ja tomei varios remedios'reconter'respiridona'rescue'rivotril e atualmente tomo sertralina.nao me lembro os outros nomes.mais vou ser sincera nada adiantou ainda me sinto sozinha com angustias e tristezas..estou tentando achar minha felicidade que estaa presa dentro de mim..mais nao perdi minha fé sei que o unico que pode me ajudar é Deus.ja foi em varios psiquiatras e terapias
    e tudo foi em väo.tudo isto que passo ja dura mais de 12 Anos.e eu vivo assim um dia apos o outro.sou evangelica sou casada e tenho 2 filhos lindos que estäo ao meu lado nesses dias ruins..a palavra de Deus fala no mundo tereis afliçoes mais tendes bom animo.o maior psicologo Jesus.força a tds:-)

    ResponderExcluir
  56. Estou tomando Oxalato de Escitalopram (Exodus) 10 mg há 17 dias. Não estou aguentando o sono e bocejo constante!! Sinto-me cansada o tempo inteiro, e estou sempre dormindo - até sentada! - em qualquer lugar. Este anti-depressivo é a minha 12ª tentativa de sair dessa. Já tive reações adversas que vão desde sedação até alucinações/mania. Encontrar o medicamento ideal e acertar a dose é tarefa que exige persistência e determinação. É extremamente trabalhoso, desanimador e cansativo. Mas não podemos desistir, certo?! Força!

    ResponderExcluir
  57. Meu pai está tomando o Oxalato de Escitalopram a uma semana, tem tido dias bons, onde ele levanta e se alimenta, e dias ruins no qual ele não quer fazer nada, nem comer. Reclama muito dos efeitos colaterais, cabeça tonta, queimação no corpo. É uma situação muito difícil, tenho que trabalhar, estudar, cuidar da minha casa e ainda cuidar da casa dos meus país. Sei que DEPRESSÃO é uma doença, mas ela maltrata o doente e família do doente, estou muito cansada mentalmente, peço a vocês que estão tomando o medicamento que sofrem com algum tipo de Síndrome, que não pensem apenas em vocês, pensem na família de vocês. Hoje trabalhei o dia inteiro, fui fazer compras correndo, porque precisava ir pra casa fazer meu pai comer, cheguei em casa exausta, ainda fui cozinhar, fazer meu pai comer, ouvir todas as reclamações, procurar todas as contas para pagar e estou aqui sentada no computador, na sala, sem tomar banho, sem fazer nada na minha casa, sem estudar nada, tudo isso para não deixar meu pai sozinho, não sei até que horas vou ter que ficar aqui sentada, mas vou ficar.Amanhã vou acordar cedo e começar tudo de novo. Por favor reajam, estou fazendo aqui, aquilo que busco força todos os dias para fazer meu pai levantar e comer. Mas não sei até quando vou aguentar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Lorena, não desanime. Eu tenho depressão há muitos anos. E há muitos anos está controlada. Mas meu marido sempre fala que a familia do deprimido sofre junto com esse. Então, se puder, e seu pai deixar (não sei a idade dele - eu tenho 53 anos), converse com ele e faça-o entender que todos a volta dele sofrem com isso. Boa sorte

      Excluir
    3. Reaja você também, em você e na sua família existe um problema espiritual, a maioria debocha e não consegue enxergar,Deus e Jesus é o Pai dos Médicos e Remédios. Vá a igreja Mundial do Poder de Deus e traga para a sua família toda cura e expulsão dos encostos que circulam em sua vida e na sua casa, não julgue a igreja, pois julgar é pecado e bíblico.Você não tem nada a perder, esta no fundo do poço, te convido a conhecer o verdadeiro Deus, vá e experimente esta experiência e depois narre aqui.Deus abençoe.

      Excluir
  58. Já perdi as contas de quantos antidepressivos já passaram por mim!!!! foram muitooooosss....Fui diagnosticada com síndrome do pânico tardiamente, uns 8 meses depois dos sintomas e dentro desses 8 meses perdi 18 kg,veio a depressão, ansiedade generalizada e bulimia nervosa, tinha que ir pro hospital colocar sonda pra alimentação, pq as vezes passava uma semana apenas com um copo de leite!!! As vezes saía de casa de madrugada e ficava rondando as ruas...as vezes quando achava uma igreja aberta dormia lá dentro, chorava tanto que acabava adormecendo!!! Fui internada pelos meus pais em uma clínica de repouso e pra falar a verdade vivia dopada, tomei um remédio chamado topiramato que me deixou com 42kg, eu que tenho 1,72 de altura e depois eles me levaram pra ver Xico Xavier!!!! Achavam que eu estava obsidiada!!! Ou seja algum espírito mal comigo!!! Bom, tive uma pequena melhora com a fluoxetina que tomei no ano de 1996, depois disso nunca mais tomei nd!!!!! Há uns 3 anos começaram minhas crises novamente de pânico, com isto fui no psiquiátrica e comecei a tomar paroxetina e rivotril, TOMEI POR 2 ANOS!!! Foram os melhores anos desde então....engordei 12 quilos com isso....e agora as crises voltaram!!!! achei esse blog super legal e pasmem vc's, entrei pq havia terminado de ter uma crise, tive a sensação que estava tendo um avc, meu lado direito começou a adormecer e meu coração a acelerar.... Já tomei meu sos, meu grande amigo rivotril..0,5mg.... acho que vou tentar com meu psiquiatra o escitalopram....talvez ele me faça melhor e não me engorde tannnto....adorei gente, li todas as postagens....se quiserem conversar , estarei por aqui...Bjs Hj tenho 39 anos !!!! Essa saga começou aos 18...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soraia , também, tive vários problemas em relação as esta doenças que atingem milhares de pessoas , nunca passei mais de uma semana tomando antidepressivo , pois todo final de semana tem um churrasco para ir , então parava com o remédio pois não gosto de misturar remédio com bebidas , porem esta doença vai a cada dia nos dominando mais , então decidi , dar uma parada com as festas e cuidar da minha vida , pois estou com 38 anos e tenho que pensar mais em mim , fui ao meu neurologista e ele me receitou o escitalopram 20mg por dia , no começo sofri muito reações muitos fortes e desanimadora , e o pior de tudo , tinha que trabalhar com estas reações adversas terríveis , tinha vezes que estava vindo com meu carro , que não sabia para onde iria , mais hoje graças a deus depois do 11º dia de tratamento estou sentindo melhor , estou começando a ver as coisas com animo , mais brilho , e tomara que isso melhore cada vez mais , e torço tamebm pela sua melhora , pois este pequeno remédio , faz com que nossas vidas mudem de verdade !!!

      Excluir
  59. Comecei a tomar a 10 dias reconter e eutonis juntos pela manha ao acordar,ja estou um zumbi feliz,mas melhor assim do qhe ter panico e medo de tudo....

    ResponderExcluir
  60. Tomo Escitalopram, já tomei o exodus e agora tomo Excilex. Mas estou tentando parar, e por minha conta, parei há uma semana. Experimentei o inferno. Zumbidos no ouvido, tonturas, sensação de cabeça vazia e choques elétricos no cérebro o tempo todo. Fiquei muito assustada com esses efeitos colaterais e voltei a tomar hj de manhã. alguém conseguiu parar?

    ResponderExcluir
  61. Nunca tomei antidepressivo. O médico me receitou Lexapro e estou tomando há 15 dias e parece que estou um pouco menos irritada. Estou com medo de ter que tomar por muito tempo! Além do preço ser alto eu não quero viver dependente de medicamento algum. Geralmente tomamos por quanto tempo em média?

    ResponderExcluir
  62. Soraia meu nome é Fabiany, já tentei conversar com algumas pessoas do blog, mas ninguem se manifesta, tenho 40 anos, e sofro de síndrome do pânico e depressão, estou tomando exodos a 4 meses e sinto que já melhorei bastante, tomo exodos pela manhã e rivotril gotas à noite. Mas é sempre bom ouvir outras experiencias, nos conforta saber que tem mais pessoas que sofrem desse mal. Sofri muito no começo, muitos efeitos colaterais, e tem mais gosto de tomar uma cervejinha de vez em quando, meu médico disse que podia mas com moderação, mas sinto que não fico legal no dia seguinte, me arrependo sinto uma secura na boca, e as vezes sinto que a depressão quer me pegar de novo, aí corro dela, procuro me distrair mas é muito difícil viver com essa doença, Graças a Deus eu tenho forças e fé para continuar a caminhada, beijos e se quiser conversar, conte comigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho o mesmo problema há 20 anos. No início me dei muito bem com Anafranil, voltei ao normal. Após alguns anos, fui parando, mas então voltou a depressão e ansiedade. O pior é a apatia, a falta de prazer, desânimo. Atualmente tomo o Lexapro, mas ainda tentando acertar a dose. Não melhora a ansiedade, e então tomo 0,5 de Alprazolan, que ajuda. Sei, desde a primeira experiência, que tão logo nos sintamos com disposição, devemos nos movimentar, seja fazendo algum exercício (no meu caso, voltei a nadar) ou outra coisa. Atualmente ainda não me sinto disposta nem a andar na praia, um horror. Tudo muito difícil, mas há dias melhores e outros piores. Nos piores aumento a dose dos remédios, nos melhores diminuo. Tentativa e erro.

      Excluir
  63. Fabiany tb acabei de completar 40 anos e ganhei de "presente" essa tal depressão.
    Sou psicóloga, formada, pós graduada, com MBA pela FGV e JAMAIS imaginei que essa doença, a qual sempre estudei, pudesse desestruturar tanto a minha vida. Não que o conhecimento pudesse me tornar imune, mas na teoria tudo é muito mais simples do que sentir na pele o que é estar depressivo!
    Fui medicada com SEDOPAM 10mg há duas semanas, por um dos melhores psiquiatras de São Paulo, mas ainda não me adaptei com alguns dos efeitos colaterais.
    Estou tentando descobrir, por tentativa e erro, qual o melhor horário de tomar a medicação, já que os meus sintomas se acentuam no período da manhã (peito apertado, insegurança e indisposição de sair de casa).
    O meu médico me explicou que de fato a depressão é sempre pior no período matutino, quando nosso metabolismo saí do descanso para atividade... Enfim, fato é que preciso trabalhar pois a vida não pára!
    Aceito dicas de melhor horário para esta medicação e gostaria de conversar com alguém que também utiliza o SEDOPAM.
    Um abraço a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristiane: Também sou psicóloga, e passei pela mesma surpresa que vc. Não usamos a mesma medicação, mas creio que são todas muito semelhantes, e às vezes temos que procurar a que melhor atua conosco. Meus problemas também são pela manhã, um horror, pois a apatia é grande e nada nos parece um motivo suficientemente bom para nos tirar da cama. À noite sou outra pessoa, quase normal, mas de manhã um trapo...

      Excluir
  64. Olá.....tomo escitalopram tem 4 meses e me melhorei um pouco!!! hj sinto meus pensamentos mais centrados....sei que vou precisar dele por muito tempo!!!!! Claro que tive racaídas com drogasa...enfim!!! mas tem me ajudado mto...tb faço quimioterapia e tenho hiv...e encaro melhor a vida....tudo fica bem no final!! mas eu agradeço ao meu antidepressivo e ao meu remédio de dormir.....boa sorte galera!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PASSO PELO MESMO PROBLEMA...TORÇO POR NÓS

      Excluir
  65. Cristiane aqui quem fala é fabiany, que bom que você conversou comigo! vê só já tomo Exodos à 6 meses, até que tive uma melhora no começo, mas agora voltou minhas crises e é justamente pela manha o pior horário, mas tomo o remédio de manhã e agora tomo à noite também depois do jantar, pois estou em crise no meu casamento, e a depressão voltou, por isso o psiquiatra, aumentou minha dosagem, estou tão mal, morando com a minha mãe, separada, mas tenho uma filha de 18 anos e preciso ficar de pé minha mãe é minha fortaleza, sem ela não sei o que seria de mim. Mas quando quiser conversar estou aqui, afinal sofremos desse mesmo mal. Um beijo grande e que Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabyani, li e o que estás passando eu também enfrentei. Converse com teu psiquiatra. Eu parei com exodus e começei a tomar o remédio Esc original, não genérico. Pra mim essa troca me ajudou muito, pois o exodus não estava dando conta.

      Excluir
    2. obrigada Jaqueline! vou falar sim!

      Excluir
  66. Acredito que todos nós em algum momento da vida cometemos erros , por influencia alheia ou atitudes precipitadas no qual o tempo nos faz esquecer , mas nada some da memoria tudo fica guardado , e derrepente tudo estoura : mãos quentes ,os pés parecem que pegam fogo ,palpitaçao ,medo das pessoas ,choros incontrolaveis , sentimento de fracasso ,insonia ,desanimo , cama e cama ,medo do medo etc etc ,enfim vontade de sumir? ,mudar de casa de vida?, e não resolve pois o problema continua lá , e ela começa a ser desejada , apreciada ,calculada ,ponte ? predio? carro? rio? como morrer sem sofrer? sim tudo isso a pouco tempo passou na minha vida , mas eu descobri que não sou vitima desse sofrimento , pois morrer ou viver quem decide ? Eu decidi VIVER ,eu falei comigo eu quero viver pois se estou nesse mundo não é atoa , eu tenho poucos amigos mas os poucos me amam ,tomei atitudes dificeis para o meu EGO , pedi PERDÃO a minha mae meu pai meus irmãos , até amigos. Falei que os amava que as vezes não expressava meu amor por eles quando estava perto , mas quando estava longe eu sentia saudade de todos , então eu me declarei e soltei todos meus sentimentos de amor ,Eles choraram junto comigo e foi maravilhoso pedir perdao foi uma das melhores coisa da minha vida !! mas tudo isso foi verdadeiro !!! Depois disso eles começaram a me ajudar a me dar atençao pois entenderam o meu jeito . Continuo VIVO e creio que voces todos estão? o Sol continua no mesmo lugar , a noite virá e outro dia começará para o pobre para o rica , para o orfão , para o viuvo , para desquitado , para o novo para o velho o mundo não para , deseje Viver fale com você : Eu estou nessa situaçao mas tudo vai passar , eu prefiro ser feliz , eu quero ser feliz , pois não tenho o mundo do meu lado , mas as pessoas que tenho ja basta, hoje estou bem melhor me sinto quase curado , e sei que é só uma fase , Tudo isso não conquistei sozinho , conquistei com a medicina pois minha familia me ajudou a encarar o preconceito e ir Sim ao médico, comecei a tomar ESC 10 mg e só pela metade , sigo uma vida praticamente normal , pois todos somos normais ,Aprendi que tudo é o tempo , tempo de sorrir , tempo de brincar , tempo de chorar, tempo de sofrer tempo de amar , e tempo de ser feliz!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me vi nesse texto, no começo pelo menos,vontade de mudar de casa e mudei deixei minha casa própria,pq achava q seria feliz somente longe dali..fui, arrastei meus filhos e marido na minha loucura, em uma das minhas crises..mais não adiantou pq a doença foi dentro de mim, não estava na casa, no lugar, voltei.. e assim entre meses bons outros nem tanto (como agora por exemplo) eu vou levando a vida. Deitar a cabeça a noite no travesseiro e só pensar de amanhã não passa, esse sofrimento acaba..mais e meus filhos, e meu marido será q é justo com eles causar esse sofrimento a eles, então vou deixando os dias passarem, vou buscando ajuda nos medicamentos, pq sozinha impossível..e choro e choro, e quero sair correndo e gritar pro mundo me ajudem, alguém por favor, mais continuo levantando todos os dias com a esperança que um dia passe ou me leve de vez.

      Excluir
    2. Eli, comecei com o Reconter a quatro dias, sinto-me muito mal ainda mas estou otimista que meu pânico e ansiedade vão ficar controlados e vou voltar a viver. Minha preocupação é minha família, meu marido é totalmente dependente de mim emocionalmente, sinto que ele está apavorado. Minhas filhas ainda adolescentes também estão. Sinto - me culpada em relação a eles mas estou completamente paralisada, sem ação.

      Excluir
  67. Que coisa maravilhosa seu depoimento, amei, tudo isso é a mais pura verdade, obrigada, me ajudou bastante, era isso isso que eu queria ouvir, que Deus nos abençõe, estou lutando com essa depressão terrivel, mas você disse tudo, tenho poucos amigos, mas tenho minha familia que me ama me me ajuda sempre, meu nome é Fabiany, estou separada, mais uma etapa para eu vencer, mas vou conseguir, vou lutar com todas as minhas forças e vencer o medo de tudo, um grande abraço, anônimo 21/06/2014

    ResponderExcluir
  68. Comecei a tomar o esc(oxalato de escitalopram)mas no quarto dia não tomei mas parei por conta propria pois não conseguir dormir foi horrivel.me sentir bem melhor com ele tirando os efeitos,meu marido não quer deixar eu tomar mas ate eu ir ao pisiquiatra pois quem passou essa medicação pra mim foi uma cardiologista.estou com medo de ter uma crise não estou bem no momento isso é horrivel desesperador.

    ResponderExcluir
  69. Tenho 17 anos e fui diagnosticado com "crise de ansiedade". Comecei a tomar o esc (oxalato de escitalopram), estou no sétimo dia e até agora nada, os episódios continuam acontecendo e nem mesmo a intensidade alterou. Em compensação nenhum efeito colateral alem de um enorme amor pela minha cama. So queria saber se é assim mesmo, se devo esperar ou trocar o medicamento.
    Obrigado, o blog é ótimo, e ver tantos comentários da uma sensação agradável de acolhimento, obrigado a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não desista do tratamento, eu tbém tomo esc e é assim mesmo. Meu médico disse que é preciso no mínimo 30 dias para um efeito completo e hoje estou há mais de 4 meses sem crises. Força amiga!

      Excluir
    2. Estou a 8 meses tomando Exodos e graças a ele minha vida hoje é outra, consigo me relacionar com as pessoas, sair de casa, as vezes ainda sinto que ela quer me pegar, mas não deixo, faço logo uma oração me pego com Deus, e sei que eu vou me curar, em nome de Jesus, cada dia é um dia, precisamos ter forças para continuar a caminhada, beijos à todos.

      Excluir
  70. Tenho 32 anos, e aos 16 tive minha primeira crise, sempre tive episódios de tristezas, mais aos 23 anos na minha segunda gravidez, além da depressão tive síndrome do pânico, foi terrível.Aos 28 novamente ela voltou com força total, perdi o emprego,e os pensamentos suicidas erram constantes, a mais de um ano tomava a sertralina,sempre ansiosa com altos e baixos, mais no começo desse ano ela voltou com força total, sai do trabalho,há 1 mês e meio me trato com o clonazepam, 2x ao dia, além de auxilio psicológico, mais to no começo, o médico tirou a sertralina q já não fazia efeito nenhum e me passou o escitalopram, q começo amanhã..medo, não tenho frescura de tomar remédio, mais tudo me causa pavor ultimamente, o pior são as pessoas q dizem,"levanta a cabeça, saiu, se diverte, não tem motivo pra isso", como se alguém quisesse uma doença dessas, como se alguém acordasse de manhã e dissesse hj só vou chorar, pensar em morrer,e deixar esse vazio tomar conta de mim, o preconceito e ignorância das pessoas são terríveis. A cada vez esse monstro volta com mais força.. só imagino o dia q ela vira como um trator e vai me derrubar pra sempre...

    ResponderExcluir
  71. to amando teu blog.....to te amando.....como somos parecidos....

    ResponderExcluir
  72. Estou começando meu tratamento com Reconter, primeiro dia hje.Enfim já sinto as tais náuseas e enjoos.Ganhei 4 cxs de amostra grátis e mais a receita para compra ..isso me garantira 2 meses de tratamento.Sem fala que a psiquiatra e encaminhou para Hospital Dia , por um período de 10 dias.Claro que não irei, tenho meu trabalho e minha vida!!! Imagine eu ficar nesse lugar das 8:30 ate as 17:30.
    Nem pensar, surtarei de vez.
    Aceitei esse Black Dog (depressão) que me assola a mais de 10 anos. Desde a adolescência sempre fui muito triste....
    Vamos ver o que vai dar nesses dois meses.

    ResponderExcluir
  73. Maria Caetano Silva23 de julho de 2014 22:48

    Ja usei de tudo, mas nada é igual a ESC a nova marca de escitalopram do mercado. Meu Psiquiatra comentou que o ESC não tem lactose na fórmula, diferente do genérico, do reconter e do exodus e talvez por isso possibilite um efeito superior aos demais. Estou super feliz, ESC te amo. Além disso, como foi lançado agora, ESC é mais barato que todos os outros.

    ResponderExcluir
  74. JAQUELINE ANDRADE E SILVA23 de julho de 2014 23:02

    Eu também passei a usar o ESC ao invés do exodus e senti diferença. Na verdade não tem comparação, apesar de todos serem bons, com o ESC eu sinto que realmente estou tomando a medicação e por incrível que pareça, com exodus tinha muuuita dor de cabeça e com o ESC elas diminuiram por completo e inclusive minha filha comentou esses dias, que eu estou bem mais querida!

    ResponderExcluir
  75. Ola, Boa noite, comecei a tomar ESC hj para tratar ansiedade, mas estou com enjoo mto forte, 'e normal???ja tomei outros medicamentos mas nao deram certo, sera q esse sera?quanto tempo q leva pra comecar a fazer efeito?aguem q esta tomando poderia me responder, desde ja agradeco, obrigado

    ResponderExcluir
  76. Boa tarde pessoal, minha história começa na minha rotina que era de acordar as 6:00 e ir dormir 23:30, trabalho e faculdade, com o passar de dois anos apareceram sintomas como inchaços, passei a usar óculos, pupila mais dilatada que a outra, mioquimia, mas como esses sintomas vieram gradativamente fui resolvendo e continuando com minha rotina maluca, bom uma hora a vida cobra e foi na finalização de um trabalho para a faculdade que minha saúde começou a dar alertas maiores, veio herpes, resfriado que virou gripe, que virou sinusite e que literalmente me deixou de cama, parei tudo, mas achei que estava assim por conta da sinusite, acontece que os sintomas passaram após 20 dias de antibióticos e o mal estar, a moleza, falta de vontade de comer, vontade de só ficar deitada e sensação de que tinha algo preso na garganta persistiram. Tentei voltar a trabalhar quando senti uma leve melhora e todas as vezes tinha que ir embora, pois me dava muita angústia e o aperto na garganta, dificuldade de engolir, aff horrível, voltei ao otorrino, tomei expectorante para ver se era sobra da sinusite kkkk (só rindo) e finalmente chegou o dia de passar com o psiquiatra, o primeiro que me ouviu disse que não tinha doença psiquiatrica e que era só mudar minha rotina que tudo voltaria ao normal, bem lá fui eu pedir para trabalhar meio período, no primeiro dia já percebi que não ia funcionar, passei mal de novo e voltei para casa. Bom p resumir o drama, passei em um segundo psiquiatra que não prolongou o assunto (talvez deva estar de saco cheio de ouvir tanta história e identifica o problema rápido) me informou que isso era depressão e panico, receitou scitalax 10mg, rivotril 2mg e um outro 5mg q nem lembro o nome agora pq acabei de deixar a receita p manipular, acontece que sempre estive a um passinho da hipocondria e comecei a pesquisar esses benditos efeitos colaterais, ele me receitou tudo a noite na hora de dormir, faz 3 dias isso e ainda não tomei, porém a dois dias voltei a dormir normalmente, voltei a comer razoavelmente e durante o dia realmente fico apática e aqui surgem as perguntas - Posso tomar só os anti depressivos já que tenho conseguido dormir a noite? Se eu tomar só os anti depressivos a noite a tendencia é ter mais sono ou perder o sono? Quando estou em casa consigo segurar a barra, mas não me vejo voltando para o trabalho, o que me leva a crer que tenho q tomar o medicamento, mas não queria ficar dependente e menos ainda ter que usar o rivotril por causa dos anti depressivos! Alguém passou por algo semelhante?

    ResponderExcluir
  77. Gente postei acima, comecei meu tratamento, com muito medo, mas até agora não tive os famosos efeitos colaterais, tomei o scitalax 10mg e rivotril que deveria tomar 2mg tomei apenas metade e foi suficiente para dormir tranquila até 11:00 do dia seguinte, tomei os dois a noite e creio que isso ajudou no caso dos efeitos colaterais, pois o rivotril ajuda a não sentir. O único efeito que senti foi um pouco de diarréia no primeiro dia, fora isso nada.

    ResponderExcluir
  78. Reconter há 5 dias e não durmo nada!!!!! Quanto tempo demora para fazer efeito????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo...para depressão 2 a 4 semanas...para TAG até 3 meses....tem que ter paciência....
      Paciência é uma virtude

      Excluir
  79. Olá!! Pessoal, preciso de um help com alguém que tenha tomado o BUP!!
    Estou tendo formigamento no lado direito do rosto... pode ser alguém afeito colateral do BUP?? Sinto um incômodo da nuca tbm... não chega a ser dor, mas parece uma pressão na nuca... Estou com medo!! Antes do BUP estava tomando do RECONTER, mas ele me dava muito sono!! O BUP me deixa mais animada, mas mais irritada tbm!! Não sei o que é melhor, ficar calma e sonolenta, ou agitava e agressiva... mas o que me incomoda no momento, é essa sensação estranha que não sei como explicar direito!!

    ResponderExcluir
  80. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  81. tive sindrome do panico por anos no meu caso eu fis o seguinte escrevi uma carta perdoando a todos que tinham me magoado e pedindo perdao a todos que magoei pedi perdao a Deus pelos meus pecados e que me livra se deste mal queimei a carta e implorei que a fumaça chegaçe a Deus e ele me abençoace com a cura atraves dos remedios que eu estava tomando fui me sentindo melhor dia apos dia ate que consegui sair de casa graças a Deus infelismente essa sindrome nao se cura deitado na cama se cura enfrentando ela junto com Deus lembre se ninguem nunca morreu disso vc nao vai ser o primeiro peça a Deus e entregue seu tratamento nas maos dele

    ResponderExcluir
  82. Minha médica me receitou pristiq de 50 mg 28 comp. Mas o efeito colateral acabou comigo. Então só tomei um comp. Como faço para vender ou trocar pq ele é muito caro.

    ResponderExcluir
  83. Sejam bem-vindos ao inferno...Tudo isso eh depressão....pânico....loucura momentânea....desânimo....e Fé....Pq na verdade...bem no fundo da alma sabemis que depois que isto tudo nos pega, nos rorna escravossss.MASSSS SE EXISTIRAO OS MOMENTOS DIFICEIS...MUITOS MAIS SERAO OS FELiZES...Que Deus nos abençoe....

    ResponderExcluir
  84. Sejam bem-vindos ao inferno...Tudo isso eh depressão....pânico....loucura momentânea....desânimo....e Fé....Pq na verdade...bem no fundo da alma sabemis que depois que isto tudo nos pega, nos rorna escravossss.MASSSS SE EXISTIRAO OS MOMENTOS DIFICEIS...MUITOS MAIS SERAO OS FELiZES...Que Deus nos abençoe....

    ResponderExcluir
  85. oieeeeeeeee, zumbi feliz.....acho que estou longe.... mas perto de zumbi!!!! estou em uso de escitalopram ha 2 anos.... tem alguem aqui que sente alguma crise onde as pernas e braços perdem o controle.... e se fosse possivel vc se auto machucaria p ficar mais tranquilo???? socorrro ........

    ResponderExcluir
  86. ...complicado... comecei a tomar com 19 anos, mas há 5 anos resolvi tratar de verdade e hj tenho 31 anos. Tomei todos que imaginar, hj tomo pristiq,donarem eutonis...enfim,até hj não sei o q tenho.tive insônia,depressão, ansiedade, agora falta de ar, mãos suando tudo por causa de abstinecia de medicamentos...sinto td q sentia ha anos voltando pelo simples fato da retirada de um medicmento q tive a retomá-lo até eu estabilizar...mas qdo pergunto o médico nem sabe falar o q tenho...dá uma raiva....e hj me mutilo, faço machucados em minha cabeça de nervoso,não sei cm parar e nem sei q tipo de alteração é essa q estou tendo....phoda :( para piorar situacao, meu médico está afastado motivo saúde e agora desestabilizou mais ainda...colocou um no lugar para ajudar prescrever,mas não é a mesma coisa. ooo desespero,as vezes penso q vou infartar de tanta falta de ar,mão gelada e suor....não sou um zumbi e mt menos feliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Meu noivo tá indo pro segundo mês tomando exodus e rivotril, também o segundo mês que está sendo acompanhado pelo psiquiatra. O problema dele é a ansiedade... ele diz que está bem com os medicamentos, porque as crises de pânico e ansiedade monstruosa desapareceram, mas ele mudou. Mudou e muito. Ele foi piorando (sentimentalmente falando) dia após dia. E hoje é um zumbi: trabalho - casa. E pra passar o tempo vive jogando Clash of Clans. Quem o vê pensa que ele está "curado", porque quando é pra interagir com alguém ele interage, ri, conta piada... mas ele não está bem. E eu tô sofrendo tanto quanto ele. Não sei o que fazer. Ele mal fala comigo agora e nem me toca :(

      Queria que alguém me ajudasse com conselhos e me desse alguma orientação de como devo agir e o que posso fazer pra tentar ajudá-lo.


      whats app: 82 96708686

      Excluir
  87. 1 MÊS TOMANDO ESSA PORCARIA DE RECONTER, SÓ TENHO EFEITOS COLATERAIS E NADA DE MELHORA! QUASE 200 REAIS NO LIXO DE NOVO... MAIS UMA VEZ UM REMÉDIO QUE NÃO ME TIRA DESSA PRISÃO....

    É HORRÍVEL A CADA CONSULTA, RENOVAR SUA ESPERANÇA E OUTRO REMÉDIO QUE NÃO TE AJUDA A SER ALGUÉM NORMAL.

    DAQUI HÁ 29 DIAS, TENHO OUTRA CONSULTA... DEUS ME AJUDE

    ResponderExcluir
  88. Meu sonho era não sofrer de depressão e ser saudável emocionalmente. ....mas
    Enfim começarei com o lexapro 10 mg e vou para a segunda sessão com a psicóloga amanhã. Dedta vez serei obediente, remédios e psicólogos, porque as crises pioram com os anos. Não quero me suicidar.

    ResponderExcluir
  89. Sei bem o que é isso, depressão não é banal como muitos pensam. A tenho desde os 24 anos e tenho 9 anos de tratamento, tomei vários tipos de antidepressivos, o êxodos me acompanhou por muitos anos, hoje não o tomo mais, ele foi substituído por outro,.Tenho 42 anos já percorri a maior parte do caminho, agora falta pouco, muitos tentaram me desanimar dizendo: que eu não iria conseguir, mas eu mantive a fé e a esperança em Deus, pois sei que posso fracassar mas Ele jamais. A vocês meus irmãos que vivem a mesma luta, digo-vos nunca aceitem palavras de fracasso, porque Deus nosso Pai, não conhece essa palavra e em seu infinito amor não nos deixa caídos pelo caminho. Digo isso com propriedade de que desceu ao túmulo e foi ressuscitada , continuo com a medicação e posso afirmar que tenho uma vida muito feliz, graças a Deus nosso Salvador ! Desejo a vocês a paz, amor, bençãos e a vitória em Cristo nosso Senhor,que morreu na crus, para nos salvar !!!

    ResponderExcluir
  90. Puxa vida Qtos comentários negativos. Dá até medo de tomar. Mas acredito q cada organismo tem um tipo de reação. E espero q comigo Seja tranquilo. Mas estou preocupada se esse medicamento engorda,ou melhor se vai me deixar inchada. . . Já n to bem,td q n preciso é ficar redonda pra piorar minha auto estima. Por favor vcs q tomam a mais tempo me dê uma resposta

    ResponderExcluir
  91. Se o médico receitou, tome seguindo as recomendações e logo estará curado. Não pode deixar de tomar repentinamente, e quando for parar deve ser conforme a orientação médica. Seguindo o tratamento conforme o médico passa, dá tudo certo. Tive que tomar por dois anos, há dois anos atrás e fiquei e continuo bem. Mas ATENÇÃO tem que ser do jeito que o médico prescreve. Ficar sem tomar por conta própria voltam todos os sintomas e o quadro piora. Não tenham medo, é um remédio como outro qualquer e se tomado direitinho, surte o efeito desejado. Boa sorte prá todostodos!!!

    ResponderExcluir