segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Um cambalacho chamado Tiririca

Tiririca

Aos ingênuos que ainda acreditam que o voto em Tiririca é forma de "protesto", leia abaixo trecho do texto do Ronaldo Lemos publicado no caderno "Folhateen": 

Pesquisa do Datafolha mostrou que o palhaço Tiririca pode ser o deputado mais votado de São Paulo, chegando à marca de 1 milhão de votos.
Até aí, tudo bem, cada um vota em quem quiser. Mas o sistema político brasileiro tem um cambalacho. Quem vota no Tiririca está votando no PR (Partido da República), e o partido usa esses votos "a mais" para eleger outros deputados, que o eleitor nem sabe quem são.
Com 1 milhão de votos, o PR conseguirá levar a Brasília cerca de seis deputados. A maioria desconhecidos com votações pequenas, que serão eleitos no "bonde" do Tiririca.
Por isso, votar nele não serve como "protesto".

**********

Candidatos como Tiririca são conhecidos como "puxadores de voto". Servem para isso aí que você leu acima: eleger SEM-VERGONHAS que, sem condições de angariar votos, enfiam uma figura popular na disputa para ENGANAR o eleitor.

Sempre fui contra o voto obrigatório. Por isso, se quero protestar contra a politicanalha que comanda este país, simplesmente anulo o meu voto.
Mas será que é o melhor a fazer?
Sim, acho que é. 
Os políticos não gostam de mim, me ignoram depois de eleitos. Por que devo elegê-los com meu voto?

**********

Leia o texto completo do Ronaldo Lemos: "O que podemos aprender com Tiririca" (para assinantes da Folha ou do UOL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário