sábado, 30 de outubro de 2010

Que tal Saci Pererê com duas pernas?


Fui surpreendido por uma notícia bombástica: o Conselho Nacional de Educação quer proibir a leitura nas escolas do livro “Caçadas de Pedrinho”, do Monteiro Lobato.

De uma hora para outra, Lobato, um clássico da literatura brasileira, virou “racista”. É mais ou menos isso que alega o Conselho: preconceito do autor na abordagem da personagem Tia Nastácia.

“Caçadas de Pedrinho” foi escrito em 1933 e deve fazer parte da memória afetiva de milhares de leitores que leram o livro na infância. Eu, inclusive. Seria, então, a obra de Monteiro Lobato responsável pelo preconceito racial no Brasil?

Oh, céus, quanta estupidez!

Agora só falta alguém encrencar com a “deficiência física” do Saci Pererê e exigir que o famoso personagem do nosso folclore seja retratado com uma “perna mecânica”.

Não duvide. Esse pensamento POLITICAMENTE CORRETO ainda vai nos levar a alterar/deletar o passado para consertar o futuro.

Em nome de um “mundo perfeito”, onde todos “somos iguais” e obedientes às regras como robôs programados para dizer “sim”, proibimos agora o Monteiro Lobato. Na semana que vem, é bem possível que sejamos condenados à morte por ouvir os Novos Baianos cantando “preta, preta, pretinha...”.

O correto é afrodescendente, seu Moraes Moreira!

2 comentários:

  1. Hahahaha! Adoro esse senso de humor :)

    É um absurdo, mesmo, proibir certos livros por falso moralismo e por essa obsessão pelo "politicamente correto". Como se alguém fosse assim, em todos os sentidos, hoje em dia.

    Beijos, Marcos!

    ResponderExcluir
  2. Epa, epa, o Saci fuma cachimbo, não pode, e a lei antifumo?

    ResponderExcluir