sábado, 2 de outubro de 2010

Nenhum amor deveria ser desperdiçado

Amores não correspondidos

Sabia que ela queria algo mais além da minha amizade. Essas coisas a gente percebe mesmo sem querer. Mas eu disfarcei ao máximo o meu desconforto com aquela situação. Gostava (e gosto) muito dela e não queria magoá-la.

Um dia, porém, recebi um e-mail em que ela se declarava. Não havia mais como evitar. Era hora de abrir o jogo.

Marcamos o encontro em um café. Foi uma conversa difícil, intercalada por risos constrangidos e alguns silêncios. Ela nem desconfiava da minha orientação sexual. Ao contrário dos “exibicionistas”, não dou pinta, não depilo meus pelos e não sinto necessidade nenhuma de me expor.

A reação dela foi um misto de surpresa e decepção. Quase vi seus olhos se encherem de lágrimas. Ainda bem que ela conseguiu se conter. O choro feminino acaba comigo.

Depois dessa conversa, continuamos amigos. E, por elegância, nunca mais voltamos a falar sobre esse assunto.

Sei que ela sofreu. Também já sofri por amar a “pessoa errada”. E ignoro o que dói mais: amar e não ser correspondido ou ser amado e não poder corresponder?

Sim, me dói saber que alguém me ama em vão. Me dói porque acho que nenhum amor deveria ser desperdiçado. Nunca! Amores foram feitos para serem vividos, multiplicados, exercitados, correspondidos.

E quantos amores jogamos pela janela nesses desencontros, hein?

Ela e outras duas ou três mulheres me amaram. Ela e outras duas ou três mulheres me quiseram bem. Sou grato a elas. Sou sempre grato a quem me ama e me quer bem.

Infelizmente, a gente não nasce com um código de barras indicando quem será “o grande amor da nossa vida”. Vamos experimentando aqui e ali, sofrendo decepções, até o dia em que finalmente nos acertamos com alguém.

Ainda assim, quem pode afirmar que esse amor é para sempre? 

3 comentários:

  1. alguns amores são para sempre, principalmente aqueles amores que se transformam em uma grande amizade, esses são os melhores! não acabam, duram para eternidade e como eu - diferente de vc eu sei - acredito em vidas passadas, futuras etc tenho certeza que levarei para sempre mesmo ficando anos sem ver - acho que faz o que uns 10 anos que a gente não se vê, so se fala? - mas mesmo assim vc é, com certeza, sem sombra de dúvida um dos amigos mais queridos que tenho mesmo estando tão longe! a distância é apenas um detalhe! Amei seu texto! :)) bjs

    ResponderExcluir
  2. Isso que é Márcia disse é a mais pura verdade. Um dos meus melhores amigos está longe pra dedéu.. mas sabe, tá comprovado que o que afasta pra valer as pessoas não é a distância física e sim o esquecimento e outros sentimentos...

    Sobre o artigo NENHUM AMOR DEVERIA SER DESPERDIÇADO, meus olhos encheram de lágrimas quando eu li, porque eu já vivi isso e aprendi com a vida que precisamos sempre estar preparado para decepcionar ou ser decepcionado.

    Posso te deixar uma frase do Ayrton Senna que eu li outro dia e achei linda? É mais ou menos assim: Deixe o amor livre. Se ele voltar é porque é seu, se não é porque nunca foi.

    Abraços.
    Ps. Sou aluno da Okida :)

    ResponderExcluir