quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Tiririca sabe ler e escrever. E, você, sabe?

Tiririca

Aviso aos “inteligentes” e “bem informados” que torceram para que o palhaço Tiririca fosse ANALFABETO e – condenado por falsidade ideológica – tivesse seu mandato cassado.

No Brasil, 75% das pessoas entre 15 e 64 anos não conseguem ler, escrever e calcular plenamente. Esse número inclui os 68% considerados analfabetos funcionais e os 7% considerados analfabetos absolutos, sem qualquer habilidade de leitura ou escrita.

É isso mesmo: apenas 1 entre 4 brasileiros consegue ler, escrever e utilizar essas habilidades para continuar aprendendo.

Os dados são da Declaração Mundial sobre Educação para Todos, da UNESCO.

O analfabeto funcional é aquele que não consegue extrair o sentido das palavras, colocar ideias no papel por meio da escrita, nem fazer operações matemáticas mais elaboradoras. Agora pare, coce o seu “miolo mole” e pense um pouco: quantos de nós não somos analfabetos funcionais sem saber?

Eu, por exemplo, sei apenas somar 2 + 2 e olhe lá. E ignoro completamente o significado/sentido de milhares de palavras. Ler/escrever é moleza. Basta juntar letras e sílabas. Complicado mesmo é compreender o que se lê, formular ideias através da escrita. Capacidades que somente 25% dos brasileiros entre 15 e 64 anos têm.

Por isso, antes de sair por aí a achincalhar o Tiririca, que tal se avaliássemos primeiro o nosso próprio analfabetismo. Afinal, em maior ou menor grau, segundo esses dados da UNESCO, a maioria de nós é analfabeta.

Outra coisa: esse teste de alfabetização que fizeram com o Tiririca foi um desrespeito aos votos de 1,3 milhão de pessoas que o elegeram deputado federal.

Se deixaram o palhaço se candidatar, deixem ele legislar. Analfabeto ou não, com ou sem Tiririca, “pior que tá, não fica”. Então, por que perder tempo com isso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário