segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Será o fim do e-mail?

Cuidado: você logo pode virar um "Seismosaurus"

Nem sei em que momento histórico o e-mail se popularizou, passando a fazer parte do cotidiano de milhares de pessoas ao redor do mundo. Sei apenas que eu já era velho quando comecei a usar o correio eletrônico.

Sou pessoa do século XX, “imigrante digital”.

Agora, leio que o e-mail está começando a se transformar em “peça de museu”. Estudo realizado no início de 2011 pela empresa comScore revelou que o uso do correio eletrônico nos Estados Unidos caiu 8% em um ano, e esse declínio é de 59% entre os jovens entre 12 e 17 anos.

O visionário Mark Zuckerberg, o criador do Facebook, declarou no ano passado – antes da pesquisa da comScore, portanto – que os adolescentes preferem formas mais simples de se comunicar, como o SMS e as redes sociais.

Pensar no e-mail como meio de comunicação digital “à moda antiga” é assustador. Revela um mundo onde as mudanças estão ocorrendo em velocidade supersônica.

Se você piscar, dança – e pode virar um pescoçudo “Seismosaurus” da noite para o dia: grandalhão e ameaçador, mas inofensivo como bengala de velho.

Quem ainda usa e-mail já podemos começar a nos sentir meio “jurássicos”? 

2 comentários:

  1. Bem, nada desaparece assim, de uma hora para a outra, claro, no caso dos dinossauros, foi mais ou menos assim, com o choque do meteoro, mas mesmo assim, tardaram-se seis dias para o planeta estar repleto de poeira vulcânica, devido a reativação tectônica causada pelo dito cujo. No caso do e-mail, creio que será mais progressivo, à moda de Pink Floyd... As eras geológicas são acumulações de camadas sedimentares, e claro, o e-mail será mais uma destas maneiras. Veja o caso da carta, ela ainda existe, para os mais entusiastas, mas é um meio pouco relavante no atual contexto. O que é bizarro pensar é na carta social, que custa apenas um centavo, e uma mensagem de cel, não menos que trinta centavos... sei lá, assim caminha a humanidade

    ResponderExcluir
  2. Me sinto velha! Hahahaha!
    Bacana o texto!

    Estou um pouco sem tempo pra ler tudo, mas assim que puder, terei o prazer de carregar a página de cada um dos seus posts :D Gosto muito!

    Beijos, Marcos! Até mais! =****

    ResponderExcluir