sábado, 12 de fevereiro de 2011

Vai lamber lantejoula, dona Globo!

Beijo gay: por que não? (Foto: Rankin)

A TV Globo enfim se manifestou sobre a recorrente censura ao beijo gay em sua programação. Quem assinou a extensa carta foi Luis Erlanger, diretor da emissora.

Conclusão:

1) A Globo não vai exibir beijo gay.
2) A Globo entende que não cabe à emissora promover institucionalmente o beijo gay.
3) Para a Globo, beijo gay é “politicamente incorreto” (oi?!) e, mais ainda, “transgressor”.

Ok, entendo a posição covarde e hipócrita da emi$$ora. Entendo porque li inúmeros comentários sobre a carta do Erlanger em que os homofóbicos aproveitaram para “soltar suas feras”. Veja um exemplo:

– É natural ser tolerante com os gays, desde que eles sejam discretos e não pratiquem suas “coisas” às vistas de pessoas normais, especialmente crianças. [...] São aberrações, são estranhos, são “diferentes”. São, acima de tudo, péssima referência para as crianças. Devem ser "escondidos" o máximo possível.

Esse é o tipo de telespectador que a TV Globo respeita ao não exibir o beijo gay. E se a emissora prefere respeitar essa gentalha, mostra que é da mesma laia, do mesmo retardamento mental – e não merece nenhum apreço, nenhuma atenção.

Vamos parar de polemizar com a TV Globo. Ignorá-la talvez seja a melhor estratégia de combate. Não duvide: logo a emissora vai “esquecer” a carta do Erlanger e, na maior cara de pau, vai espalhar pela imprensa um “novo” beijo gay apenas para bombar a audiência.

Não caia mais nessa. Mude de canal. Liberte-se!  A Globo é a maior, mas não a única televisão brasileira. E ainda existe a saudável opção de simplesmente desligar a TV.

Nenhum comentário:

Postar um comentário