quinta-feira, 10 de março de 2011

A bicha fascista de Ilhabela

"Niqab"

Para quem acha que John Galliano é exceção, um aviso: há milhares de homossexuais fascistas por aí.

Durante minha permanência em Ilhabela, ouvi de uma bicha a seguinte afirmação: proibir as mulheres islâmicas de usar o "niqab" é atitude preventiva contra o terrorismo. Mais: se essas mulheres vivem fora do seu país de origem devem abandonar sua identidade (cultural, religiosa etc.) e se submeter às leis locais.

Me revoltei. Discuti. Perdi meu tempo. A bicha é convicta. Pior: nem estava bêbada, como Galliano. Disse o que disse porque realmente acredita no que disse.

Para a bicha, “é melhor cercear a liberdade de alguns”, mesmo à força, para “proteger a vida de centenas de inocentes em um possível ataque terrorista”. Ou seja: “os fins”, neste caso, “justificariam os meios”. Raciocínio estreito e equivocado vindo de alguém que, acho eu, deveria defender com unhas e purpurina a liberdade de cada um ser o que é.

Depois de desistir de bater-boca com a bicha, percebi que ser alvo de preconceito não faz do sujeito pessoa mais tolerante com o que lhe é diferente, estranho, desconhecido.

Ser gay não livra ninguém de ser um déspota sanguinário. A história está repleta de exemplos (até entre os nazistas!). E a bicha fascista de Ilhabela é dessas bichas que sobem no salto para reivindicar liberdade, enquanto condenam a liberdade alheia.  

Assim é: convicções burras antecedem a orientação sexual.  

Um comentário:

  1. Teu texto me lembrou a famosa ”suástica rosa”,desmentida pelos historiadores e desacreditada como propaganda de ódio.
    O estado de Israel massacra milhares de Palestinos diariamente,mas isso não é evidência de fascismo.
    Quem é que se recorda dos massacres de Sabra e Chatilla no Líbano?
    E os horrores cometidos pelo Mossad? alguém sabe de alguma coisa a respeito?
    Porque razão os judeus podem publicar em seus livros que os ‘goim’ são impuros e inferiores ?
    Eu sou gay e não sou racista e anti semita.Conheço bem as provações que pessoas homossexuais sofreram nas mãos dos nazistas,e ao contrário do holocausto judeu que cessou com o fim da guerra,as perseguições a gays e lésbicas nunca cessaram.
    Os líderes assumidamente homossexuais do nazismo foram assassinados,os clubes abertamente dirigidos para gays foram fechados,e os anormais marcados com triângulo rosa foram enviados a campos de concentração.
    O nazismo é obra de heterossexuais,e atuou para benefício somente deles.
    A existência de gays nazistas se deve ao contexto histórico da época.Em todos os setores da sociedade haviam homossexuais,e um clima de abertura à homossexualidade.Estado de coisas que ruim com o regime nazista.
    Os antigay
    podem espernear à vontade,mas não podem modificar a realidade simplesmente invertendo os papéis de vítima e carrasco.
    Qual minoria étnica tem 78 direitos civis negados atualmente neste país?
    Quais são mesmo os privilégios de pessoas homossexuais diante de pessoas heterossexuais?

    ResponderExcluir