quarta-feira, 23 de março de 2011

Se eu fosse planta, seria carnívora

Eu mordo!

Se eu fosse planta, seria carnívora. Ah, seria... Não nasci para ser “samambaia”. Quem decora o mundo com sua beleza são os bonitos...

Bichas, bêbados e putas estão aqui para aterrorizar, meter o pé na porta.

Que porra é essa de respeitar o próximo?! respeitar a truculência do próximo?! respeitar o próximo que, na primeira oportunidade, vai foder você apenas por você ser quem você é?!

Vamos lá, “bandidagem”, vamos soltar alguns palavrões!

A mudez paralisa. A mudez enfraquece. É essa mudez nossa de cada dia que faz os canalhas peidarem na nossa cara.

Deixe a bundamolice de lado. É conveniente se calar? Por quê? Tá com medo de quê? Enquanto você se cala, os bárbaros tomam o seu lugar na fila.

Repito: se eu fosse planta, seria carnívora. Por isso, nem tente se aproximar de mim se for para me sacanear. Eu mordo! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário