sexta-feira, 13 de maio de 2011

Exodus → Zetron → Rivotril

Medicamentos zumbinóides

Aos poucos, vou acrescentando mais e mais medicamentos zumbinóides ao meu currículo. Em menos de um ano, passei do Exodus (oxalato de escitalopram, 10 mg) para o Zetron (cloridrato de bupropiona, 150 mg) e, agora, para o Rivotril (clonazepam, 0,5 mg). Este último ainda não usei. Foi indicado pelo psiquiatra na minha última consulta (10/05).

O Exodus até fez eu me sentir melhor. Mas interfere demais na libido, diminuindo o desejo sexual. Comigo foi assim. Por isso, o médico mudou para o Zetron. O problema é que eu não me dei bem com esse outro remédio, desobedeci às ordens médicas e parei de tomá-lo. Essa interrupção abrupta quase derreteu o meu cérebro. O doutor, então, receitou o Rivotril.

Cheguei a pedir para ele recomendar sessões de acupuntura. Com a solicitação dele, o plano de saúde cobriria o custo das “agulhadas”, e eu poderia experimentar os benefícios da milenar medicina chinesa pra ver o que acontece. Mas o psiquiatra se mostrou bastante incomodado com o meu pedido. Esbravejou que a acupuntura não faz parte do seu “método” e mudou de assunto.

Claro, foi ingenuidade minha pedir a um psiquiatra que “receitasse” acupuntura como alternativa ao remédio. Caneta na mão, bloco de receitas sobre a mesa, psiquiatras vieram ao mundo com a única finalidade de nos entupir de “pílulas mágicas”. Não por acaso, em quatro anos, a venda de antidepressivos cresceu 44,8% no Brasil.

De novo, estou na dúvida. Não sei se devo recomeçar o tratamento, agora com o Rivotril, ou desisto de vez das drogas e tento me curar sozinho. Sim, sozinho. Porque nem Deus nem Jesus nem Buda nem santo nenhum fazem parte do meu restrito círculo de amigos. Se eu resolver seguir por esse caminho, será por minha conta e risco.

A questão é: apesar das reações adversas no início e do risco de eu virar “plástico” no decorrer do tempo, tomar remédio é opção cômoda. Basta ingerir o medicamento e aguardar alguns dias até ele começar a fazer o efeito esperado. É graças aos avanços espetaculares da indústria farmacêutica que a gente não precisa mais morrer para "salvar" a alma.

Quando foi premiado como ator do ano algum tempo atrás, Selton Mello, diante de um auditório lotado, agradeceu à indústria farmacológica e de psicanálise e ao Pramil e ao Rivotril que, segundo o ator, “fazem a gente ficar assim, bem”. Igual ao Selton, eu quero apenas me sentir assim, bem.

Será o Rivotril a solução para esse meu problema de ficar assim, mal?

70 comentários:

  1. Marcos, eu tomo Rivotril a 4 anos... pra aclmar minha aniedade, pra dormir bem... pra sumir aquela angústia, o aperto no peito...
    Eu acho que você deve testar... ele não é como o Exodus, cheio de efeitos colaterais... sofri demais com o Exodus.
    Enfim, experimenta, todo mundo fala que se sente mais leve. E o efeito é meio que imediato.
    Um beijo.
    Estamos juntos nessa.

    ResponderExcluir
  2. minha família inteira praticamente toma rivotril, menos eu, e agora eles estão tentando parar, mas sem ele eles não dormem, e com outro mais fraco também... então não sei, pode ser bom pro momento, mas acho que tem que pensar no futuro também...

    ResponderExcluir
  3. Eu tomo rivotril a noite e o efeito é imediato contra ansiedade, é viciante. O problema é que ele causa dependência, então o acompanhamento do médico é imprescindível já que não deve ser tomado por muito tempo. Agora estou esperando o exodus fazer o efeito e daí quero partir também para acupuntura, mas de forma gradual sem abandonar os medicamentos pelo menos por um tempo até conseguir estabelecer uma rotina de pelo menos 6 mêses de Yoga, acupuntura e exercício físico. É preciso planejar e ir testando aos poucos até que ponto posso ficar sem o remédio tomando estas outras medidas... quem sabe dá certo.

    ResponderExcluir
  4. Já tomei rivotril por um ano, de 2006 até 2007, quando resolvi parar com tudo pois minha vida havia entrado nos "eixos".
    E te digo que e um remédio super tranquilo, sem reações adversas e consegui parar numa boa diminuindo a dose. Acho que você deveria testar.

    Tem 3 meses que comecei a tomar escitalopram e a sorte foi que a minha libido ficou melhor! Pois com a depressão ela tinha ido embora.

    Enfim, tente sim o rivotril, mas também faça acupuntura porque ela é muito boa mesmo!

    ResponderExcluir
  5. Rivotril nao é antidepressivo é ansiolítico. Não promove recuperação, apenas atenua a ansiedade. Vc deve procurar um antidepressivo que dê certo.

    ResponderExcluir
  6. Eu faço acupuntura e psicanálise integral, pela SITA. Assim consegui me livrar dos medicamentos, esse pode ser o momento que voce esperava para sair deles.
    http://www.trilogiaanalitica.com.br/site_new/psicanalise.html

    A Psicanálise Integral (Trilogia Analítica) é um corpo de teoria e método científicos de prevenção e tratamento de moléstias psíquicas (neuroses e psicoses), sociais e psicossomáticas, desenvolvido pelo psicanalista, filósofo e cientista social Norberto R. Keppe.

    ResponderExcluir
  7. Obrigado pelo toque, Carla.
    Vou ver isso.
    Bj.

    ResponderExcluir
  8. Para que sustentar a indústria farmacêutica??? As vezes o médico passa um medicamento que nem ao certo os pacientes tem o trabalho de ver para que ele serve.E se tomam esses medicamentos indiscriminadamente. Tive pacientes que não conseguiam largar o rivotril e que após algumas sessões de Acupuntura se libertaram do uso indiscriminado desse medicamento.
    A Acupuntura além de ser uma terapia milenar passada de geração em geração(3000 A.C.), oferece excelentes resultados para doenças psicoemocionais(síndrome do pânico, agorafobia, depresão,...). Para falar a verdade, a Acupuntura hoje trata mais de 300(trezentos)patologias com sucesso e já é utilizada ha muito tempo como método anestésico(anestesia)desde cirurgias dentárias até cirurgias abdominais baixas, incluindo o parto através de cesariana.
    Aí eu pergunto, Funciona?

    ResponderExcluir
  9. comecei a fazer parte do blog, achei seus comentarios fantásticos.
    sou depressiva e curto trocar ideias.

    ResponderExcluir
  10. seus comentários são fantasticos. tb comecei a tomar zetron acho que vou virar zumbí.

    ResponderExcluir
  11. Recomendo!
    http://daconito.blogspot.com/2010/12/buenas.html

    ResponderExcluir
  12. Sinceramente, apesar de ter ido ao psiquiatra por causa de uma mudanca muito grande no meu modo de ser e da tristeza e do choro que teimam em nao me abandonar ate mesmo quando nao tenho motivo nehum, NAO ME SINTO A VONTADE COM ESSES REMEDIOS. cada psiquiatra receita um remedio diferente. Comeco tomando porque espero uma melhora visivel, mas essa melhora nao vem... e ai comeco a sentir outros sintomas desagradaveis que eu nao sentia antes.
    VI minha mae tomar antidepressivos e como eles afetaram o funcionamento de outros orgaos, como o coracao, os rins e o humor. um dia de um jeito outro dia de outro. sinceramente, estou tomando remedios mas nao pretendo entrar nessa nao. prefiro esportes, amigos, familia, teatro, cinema, shopping,etc... que sempre me fizeram superbem e que sao coisas que hoje nao faco mais com tanta frequencia. Eu era tao feliz e nao sabia. Ah minha mae foi piorando e acabou com parada dos rins e comprometimento do coracao e morreu fazem 4 meses. Me pergunto pra que ela passou por tudo isso. um catatau de remedios que melhora uma coisa e piora outra. Um abraco e fiquem bem que eh o que estou tentando ficar.

    ResponderExcluir
  13. Pelos estudo químicos de cérebro, se vc para de tomar anti depressivo do nada seu cérebro PIRA. Se vc quer mesmo parar de tomar, pare AOS POUCOS e com a recomendaçao do seu psiquiatra sempre, nao faça nada por conta propria.

    ResponderExcluir
  14. Olá gente!
    Estou entrando nessa agora,tenho 51 anos e pirei com a saída das minhas filhas de casa todas ja casaram e ja sou avó de dois meninos. O problema é que sou separada, estou só e essa solidão está me matando.Trabalho mas ainda assim é um problema chegar em casa e não ver ninguem,resultado estou mto deprimida e nunca tom4ei antidepressivos e estou estreando com Exodus, tomara que de certo! bju em todos vcs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, também estou passando pelo mesmo problema. não tenho a quem esperar e ninguem me espera em casa. tudo vazio.horrivel! ficar sozinha depois de construir familia. tb tomo exodus.

      Excluir
    2. Também chego em casa e é uma solidão total.
      Espero que o Zetron me ajude.
      Odiei o Exodus.

      Excluir
  15. Alguém poderia me dizer em quantos dias o Exodus começa a fazer efeito? Já estou tomando faz 15 dias e continuo igual, não saio da cama, enjoada e emagrecendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os antidepressivos, em geral, levam 1 mês para fazerem efeito que dê para sentir. De qualquer forma, consulte seu psiquiatra e tire dúvidas. Beijos.

      Excluir
    2. Bem fiz tratamento com Exodus durante 1 ano e meio, e logo no primeiro dia senti os feitos colaterais que duraram cerca de 15 dias. Não tive um bom resultado, pelo contrário me deixava pior. Minha médica aumentou a dose mas não consegui o resultado esperado. Reduzi aos poucos até deixa lo de tomar. Esse mês mudei para o Rivotril e espero ter resultado.
      Tenho depressão, uma crise muito seria de ansiedade e bipolar.
      Espero que ele há ajude, pois infelizmente a mim, ele não ajudou.

      Excluir
  16. Oi Marcos,

    Se você já tomou 2 antidepressivos e não fizeram bem, mude de psiquiatra. Sério, faz toda a diferença.

    O Rivotril é uma ajuda num momento mais grave, mas o que melhora é antidepressivo. Você precisa achar um antidepressivo que funcione para você, junto com um psiquiatra bom.

    Fora isso, remédios são temporários, você toma uns 8 meses a um ano e fica bem. Depois disso, precisa de alternativas a longo prazo. Faça acunpuntura sim, muita gente previne novas depressões e cura as que estão acontecendo. Yoga, Tai Chi Chuan e outras práticas de meditação são ótimas.

    Em tempo, NUNCA pare um tratamento com remédios no meio do caminho. Já fiz isso, fiquei pior do que estava antes de tomar.

    Espero que tenha ajudado um pouco o seu caminho. Boa sorte!!!

    ResponderExcluir
  17. Ola! Tomo oxalato ha exatos 6 anos ininterruptos.Ainda a noite tomo rivotril.Tento me livras dos dois porem esta dificil.O rivotril me ajuda a dormir.e o outro a ficar um pouco melhor....a libido la em baixo,o desanimo la em cima......acho que vou parar é tudo de uma so vez......

    ResponderExcluir
  18. Olá! Tomei hoje meu primeiro Exodus... Daqui a pouco vem o Rovotril... Por que não podemos simplesmente ser do tipo que espera o leite ferver, se contenta com a Cuca e consegue apreciar uma paisagem por mais de dois minutos sem ter mexido em todo o cabelo, roupa e cantos das unhas?
    Tenho ansiedade muito alta, além do bicho depressivo. os remédios foram indicados também como tratamento de uma enxaqueca crônica...
    Por que desgraça pouca, não é?!
    Segundo o médico, a vida voltará a ter cor...

    ResponderExcluir
  19. Vendo aqui esses comentários vejo que realmente há muita gente nessa balada do antidepressivo.
    Minha história:
    Após uma consulta de 15 minutos com um psiquiatra ele já definiu que eu tenho depressão e já me passou um remédio e disse: "Volte daqui 5 semanas". Nada muito motivador. Acredito que em alguns casos é a única solução tomar remédio, mas em outros acho que existem outros métodos que podem dar certo.
    Sei que tomar um remédio desses não é nada tranquilo, sempre há efeitos colaterais mesmo que não visíveis, e se parar como alguns disseram aqui pode ser bem complicado.
    Minha motivação hoje é acordar de manhã, olhara a caixa de amostra grátis que o médico me passou e pensa: "Sou mais forte que isso!"

    Acho que precisamos buscar um pouco mais os nossos sonhos lá fora antes de nos trancarmos em casa tomando remédios...

    "Sou mais forte que isso!"

    ResponderExcluir
  20. oi eu tambem estou nessa a 12 anos descobri que era ansidade generealizada e o panico em 2007 e comecei o tratamento com fluoxetina e rivotril sublingual para as crises ,só que o antdepre me deixava pior e o ansiolitico me dava uma reaçoes terriveis de aguentar .joguei fora o rivotril pois me deixava com uma crise pior na hora que eu tomava ,apos 7 meses estava me sentindo bem melhor ai começou a me dar dor de cabeça .e o psquiatra tirou de uma vez o fluoxetina e mandou eu tomar lorazepam 2 mg,hoje em dia e que entendo que aquele medico foi um louco de tirara de vez o antidepressivo .enfim fiquei melancolica por mais ou menos um mes ,depoi fiquei otima só´com o lorazepam ,mas esse ano passei por uns estresse começei a ficar melancolica e muito ansiosa ,com um pouco de medo de sair de casa ,a 2 anos passo em outra medica que me receitou o exodus e continuar com lorazepam por enquanto ,não sei se é medo de tomar o exodus ,que tomei e quando foi mais tarde pra tomar o lorazepam eu tive uma crise de ansiedade ,fiquei com medo de continuar o a tomar pois fazia tempo que não tinha tido uma crise ,alias a 25 dias atras ocorreu o mesmo na tentativa do paroxetina ,minha duvida é .se é normal dar essas crise de panico ansiedede tomando o exodus e a tarde o lorazepam desde ja agradeço pela resposta para vc que faz tratamento com o exodus ......melhoras prara todos nós

    ResponderExcluir
  21. aguem me diz ai se posso tomar exotus com rivotril no mesmo dia mas em horario diferente !bjsssss

    ResponderExcluir
  22. Eu fui hoje,me passou rivotril e zetron,,,pessas falaram que eu era bipolar,,,ele falou que nao,,,estava deprimido,,,e que voltasse a fazer as coisas que gosto

    ResponderExcluir
  23. Olá, li todos os depoimentos e achei todos bastante arecidos com a minha história, tive uma mudança drástica na vida nos ultimos 2 anos e acabei nã oaguentando a pressão, mudei da agua para o vinho e estou deprimida, receitaram para mim inicialmente flouxetina 1 de 20mg por dia pela manha, depois de 2 meses não havia surtido muito efeito, ai a medica receitou 2 por dia, mais ai o libido foi pro beleleu..acabaou..fiquei triste de mais, agora ela receitou o Zetron, ja tomei uma semana para iniciar somente 1 comprimido por dia e agora passarei a tomar 2 por dias..melhorou o libido de mais....mais se nao fizer um acompanhamento com psicologo e fazer terapia...tentar apostar nas coisas simpes da vida tipo..sair e andar em lugares da cidade com muitas arvores..amigos festas....nada dará certo..pretendo ocnforme a medica passou tomar por 1 anos e ir tirando aso poucos...tomara que de certo

    ResponderExcluir
  24. Tomo Bup há alguns meses e me deixa bem ativa, bem humorada,com pique e ainda com uma paciencia de Jó...O rivotril, eu tomo apenas qdo estou muito ansiosa, com preocupaçoes ou qdo quero dormir cedo. Não acho o rivo viciante, já o Bup sim, qdo não o tomo, me sinto uma pessoa "pior"...rs

    ResponderExcluir
  25. Acabei de tomar o meu primeiro Zetron. Não sei direito o que esperar e ainda não tenho confiança que apenas uma pílula irá mudar as coisas por aqui. O médico nem quis saber direito o que eu pensava ou sentia ou qual era o problema que estava me matando. Isso é uma indústria que precisa girar. Enfim, estou colocando um voto de confiança no Zetron, mas tenho medo de ficar viciada, de ser um caminho sem volta. E se depois eu não conseguir parar? E se depois de parar vier uma depressão forte? Me fez bem ler os depoimentos aqui.
    Queria algum grupo ou instituição que ofereça ajuda natural, como YOGA, cromoterapia, acupultura, etc.

    ResponderExcluir
  26. Marcos obrigado...vc com essa iniciativa desse blog com isso deixa as pessoas com essa doença terrivel trocar experiencias e idéias.
    tomei meu segundo Exodus 10mg hoje e diferente de ontem não tive reações adversas a não ser uma leve dormencia nas mãos.vamos juntos para essa viagem ao mundo dos zumbis felizes...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bem-vindo à terra dos zumbis felizes, Rodrigo.

      Excluir
  27. Olha, eu tenho depressão ha alguns anos. O problema é que quando fico boa acho que estou curada e paro de tomar os remedios sem orientação medica, inclusive minha medica diz que nao devo parar de tomar os remedios nunca, a principio. Dessa ultima vez que interrompi o medicamento tive outra crise depressiva, há 4 meses estou novamente e tratamento e cada crise á mais dificil que a anterior, parece que nunca vai acabar. Nessa ultima crise, minha psiquiatra receitou citalopram, começou a melhorar. depois introduziu o BUP, por causa da libido, e disse que ia ajudar na depressao, porém, quase tive um treco de tanta nausea, achei que estava doente( o que é relativamente normal no depressivo rsrs). Já fazem 3 meses que estou tomando esses remedios e ainda nao voltei ao meu normal, melhorei, mais da pra melhorar muito ainda, acredito que esses remedios nao tenham dado certo comigo, alem de eu estar tendo ansiedade novamente e desanimo total, parece que melhorei e estou piorando de novo. Essa semana voltei na medica e trocamos o remedio para fluoxetina e imipramina, os qais eu ja tinha tomado anteriormente e davam um ótimo resultado, tanto que eu parava de toma-los de tao bem que estava. Agora vou aguardar né, tomaaaaara que eles façam o mesmo efeito que sempre fizeram, estou na esperança. Mais não é facil!!
    Ana Claudia

    ResponderExcluir
  28. Tomei EXODUS por 2 anos para tratar ansiedade,depressão e TOC. Foi extraordinário , mas me deixava eufórica e extremamente feliz, me mantendo um pouco distante da realidade... eu só sorria, tudo tava perfeito, me tornei MUITO segura e confiante (esse nunca foi meu perfil) ... mass.... quem me conhecia de verdade, sabia que aquilo tudo era MUITO além do que eu realmente era e soava um pouco exagerado. Com ajuda médica, larguei o EXODUS e estou sem ele ha 6 meses (custava caro e me engordou). Tive reações horríveis de abstinência, mas consegui. Acontece que agora estou voltando a ser louca, instável, insegura, triste, ansiosa e cheia de TOC. Meu médico me receitou FLUOXETINA. POR DEUS, eu juro que queria viver sem essas drogas, mas não consigo.... ou as uso, ou acabo surtada e só.

    ResponderExcluir
  29. Boa noite...eu tomo exodus a mais ou menos quatro meses,e tomo alprazolan para dormir e agora quero comecar a tomar bupi...gostaria de saber se ha algum problema???me responda por favor...

    ResponderExcluir
  30. Marcos, tem um programa de 12 passos, que tem salvado vidas. E não nos sentimos sozinhos. O site com informações e endereços é www.neuroticosanonimos.com.br
    Há um Poder Superior a nós mesmos, que nos ajuda fazer o caminho da recuperação.
    24 horas de paz e serenidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O site correto não seria http://www.neuroticosanonimos.org.br?
      Pois só consegui acessar por esse endereço aí em cima.
      Bjs

      Excluir
  31. Ola eu tomo o zetron e frontal que o medico me consultou melhorei 100% pois era depressiva e ansiosa comia tudo q via na frente nao tinha mais controle, ficava nervosa por que as conta batia na minha porta e nao tinha como pagar e por viver sozinha entrei em depressao depois da separação, ja to mei rivotril pra acalmar e durmir eli é ate bom pra quem vai fazer teste de habilitação revelo q so consegui passar na prova quando tomei eli rs depois de ter reprovado umas 4 vezes rs eli é muito bom pra quem fica muito nervo e ansioso mas eli é forte e deixa e cerebro muito lento e conheço pessoas que de tantos anos que tomou rivotril ficou com problemas de memoria ja tomei sertralina mas pra mim nao virou nada agora se alguem quiser remedio pra controlar ansiedade nervosismo e controlar a vontade de comer toma frontal e zetron pra mim ta sendo ótimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, é "ele", não eli, tá?

      Excluir
  32. Então começei a tomar o Exudus quando fui medir a pressão e vi estava um pouco alterada,fiquei bastante irritada com aquela medição, durante dias sequentes estava alterada,resolvi procurar um cardiologista ele disse que não sou hipertensa e sim ansiosa demais.Imediatamente disse que eu voltaria a sem a mesma.Ao sair do consultorio partiu um Exodos pediu que eu tomasse e me sentiria melhor,ahh receitou o rivotril antes de dormir.Tomando o rivotril,conseguia desmaiar, referente ao uso do Exudos, não consegui sentir nenhuma reação de dor ou enjôô,mas a falta de libido ocorreu,e perda de apetite.Concluindo estava no meio de uma separação, mudei de casa do dia para noite,sozinha sem um garfo pra minha mudança,mudei de vida, de casa em 1 tarde.È absolutamente normal que algo fosse ocorrer com o corpo e a mente neste turbilhão de coisas acontecendo.Desde então venho tomando o Exodus somente,Rivotril deixei no 4 comprimido.Hj estou na 3 caixa me sinto talvez menos ansiosa, não sei se pelo medicamento ou por que dizem que tempo é o melhor remédio!

    Abraços em todos vocês, tenham fé em Deus,Tenham fé Na vida!

    ResponderExcluir
  33. Rivotril não acaba com a causa do problema, ele é um tranquilizante e relaxante, acalma a fobia, o medo, mas não cura. Além do mais ele causa perda de memória como uso prolongado e vicia. Como paliativo ele é muito bom, mas não deve ser usado por muito tempo.

    Ricardo Gentil - Belém - PA

    ResponderExcluir
  34. Cara, curti o seu blog, pois também fiquei um pouco assustado com o oxolato de escitalopram , ontem foi o meu primeiro dia, como tenho uma vida bastante atribulada e com muitos compromissos , eu não posso digamos "dar ao luxo" de parar a minha vida para me adaptar as reações adversas do medicamento, eu vou ligar para o meu médico e ver o que fazer. Agora, eu pessoalmente estou recorrendo a psiquiatria, mas acredito que o caminho para trabalhar esses desajustes do nosso emocional seja uma terapia e mudança de hábitos , ninguém é depressivo atoa, em geral a maioria de nós temos dificuldades de nos adaptarmos, somos idealistas, sonhadores e geralmente encontramos dificuldade de sermos compreendidos e isto acaba nos gerando esse sentimento de inadequação. Mas acredito que podemos reverter esse quadro e que se dialogarmos, enxergarmos que existem outros iguais a nós e na mesma situação, talvez vejamos também que nossos ideais e sonhos não são solitários e que se desejamos fazer algo de bom para nós mesmos e para o mundo, basta nos unirmos.

    ResponderExcluir
  35. A receita mais antiga para a depressão ainda é o suicídio, mas ainda fico com os genéricos antidepressivos. Sou ateu, nem sempre fui, porém agora a morte me parece menos terrível, ainda prefiro os antidepressivos. Já tomei Rivotril, sentia uma vontade enorme de bater ou matar outra pessoa que não fosse a minha; parei com o Rivotril, viva e deixe viver... Às vezes ainda sinto aquela pedra no meu peito, ou como um gole de álcool puro que fica queimando o esôfago. Às vezes lembro do livro de Jonas e de como ele sofria com esta doença. Nem o deus dele conseguiu curá-lo. Ainda preferindo os antidepressivos. Nosso mundo não tem magia alguma, não é como nos contos de fada. Não há fantasmas reais. Não há demônios reais. Nada, apenas nossa mente cheia de pessoas feias e regras idiotas idiotas que nos aterrorizam. Se um dia a pedra abandonada de uma certa distância do chão se manter flutuando sem cair, nesse dia todos os meus fantasmas irão embora, então eu irei abandonar todos esses antidepressivos, porque viver vale a pena, porque a magia entrou no mundo, porque a nuvem cinza que nos cobre se foi. Só desejo ter esperança de novo, é só o que quero.

    ResponderExcluir
  36. Não sou médico, mas tem um antidepressivo, DONAREN, que ajuda dormir, alivia dores crônicas e não diminui a libido, ao contrário, aumenta. Esse medicamento tem efeitos contra ansiedade também. Converse com seu médico a respeito.

    ResponderExcluir
  37. Olá! Vou contar minha experiência e espero ajudar.
    Eu tomo êxodos faz mais ou menos uns 8meses. O médico receitou para tratar TAG ( transtorno de ansiedade generalizada). Comecei com gotinhas 7mg, bem fraquinhas, e depois de 1 mês comecei com os comprimidos de 10mg uma vez ão dia.
    Não tive efeito colateral algum. E por isso, fui tomando a remédio sem problemas.
    Bom, eu sempre tive pavor de falar em público. Só em pensar me dava calafrio. Era ansiosa com tudo e achava que era assim mesmo, mas queria ser diferente, só não sabia que era possível.
    Em reuniões de trabalho não dava opiniões só para não me tornar o centro das atenções. Não era objetiva e não tinha clareza de raciocínio.
    Na verdade eu fui procurar ajuda porque não tinha ânimo para nada. Nem sabia o que era TAG e muito menos que sofria disto há anos.
    O remédio só começou a fazer efeito mesmo após 5 meses. Bom, foi quando eu percebi e todos do meu trabalho também. Sem perceber eu peguei o microfone e repassei um recado para mais de 100 pessoas. Não tremi, não chorei... Foi simples. Natural.
    E, a partir desse dia a minha vida só progrediu.
    Estou pensando até em fazer teatro!
    Rsrs.
    Cada caso é um caso, essa foi e é a minha experiência con exodus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns! Comigo também foi assim. O exodus é um desinibidor. E deixa a vida mais leve.

      Excluir
  38. Parabéns pelo blog Marcus !
    Tenho sindrome do panico e TOC.. Comecei meu tratamento com Pondera quando tinha 15 anos, fiz o tratamento por um periodo e como engordei muito meu medico trocou de remedio por Zoloft.. Tomei por mais ou menos um ano. Como senti melhoras meu medico decidiu que nao precisa mais tomar.. parei de tomar aos poucos, era metade do comprido um dia sim outro nao. Fiquei sem panico sem ansiedade por 2 anos, e infelizmente voltou tudo de novo.. Iniciei outro tratamento com zoloft, comecei a tomar e quando tive melhoras parei com tudo pensando que estava melhor sem orientação médica..
    Mudei de psiquiatra e ele ne indicou o exodus.. Tomei certinho sem reações, só um pouco mais de ansiedade, mas passou.. Ness e tratamento fiz a mesma coisa.. parei sen orientação medica e quando me sentia mal eu ia e tomava um comprido de 10 mg e ficava bem.. Faz uns 5 meses que estava sem remedio, mas estava sofrendo com as crises e medo de acontecer algo ruim.. Voltei ao medico e ele pediu para iniciar novamente o exodus.. faz 1 hora que tomei meu primeiro comprido e estou com medo que de reação algo do tipo, estou pensando que irei pasar mal por causa remedio, mas ja tomei antes e não me deu nada.. Espero que isso passe logo..
    Desejo a todos voces que fiquem bem.. Só quem tem pra saber o que passamos
    Abraços a todos
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ficar parando nunca ficará bom!

      Excluir
  39. Parabéns pelo blog Marcus !
    Tenho sindrome do panico e TOC.. Comecei meu tratamento com Pondera quando tinha 15 anos, fiz o tratamento por um periodo e como engordei muito meu medico trocou de remedio por Zoloft.. Tomei por mais ou menos um ano. Como senti melhoras meu medico decidiu que nao precisa mais tomar.. parei de tomar aos poucos, era metade do comprido um dia sim outro nao. Fiquei sem panico sem ansiedade por 2 anos, e infelizmente voltou tudo de novo.. Iniciei outro tratamento com zoloft, comecei a tomar e quando tive melhoras parei com tudo pensando que estava melhor sem orientação médica..
    Mudei de psiquiatra e ele ne indicou o exodus.. Tomei certinho sem reações, só um pouco mais de ansiedade, mas passou.. Ness e tratamento fiz a mesma coisa.. parei sen orientação medica e quando me sentia mal eu ia e tomava um comprido de 10 mg e ficava bem.. Faz uns 5 meses que estava sem remedio, mas estava sofrendo com as crises e medo de acontecer algo ruim.. Voltei ao medico e ele pediu para iniciar novamente o exodus.. faz 1 hora que tomei meu primeiro comprido e estou com medo que de reação algo do tipo, estou pensando que irei pasar mal por causa remedio, mas ja tomei antes e não me deu nada.. Espero que isso passe logo..
    Desejo a todos voces que fiquem bem.. Só quem tem pra saber o que passamos
    Abraços a todos
    Obrigado

    ResponderExcluir
  40. Vou começar hoje com o Sedopan sera que ele engorda pq ja estou muito gorda pela ansiedade e a depre

    ResponderExcluir
  41. Agora faço parte do blog obaaa agora gente que me entende entao galera quem pode me informar se o SEDOPAN engorda ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O médico me receitou EXODUS 10 mg , dividi um comprimido em 4 pedaçinhos, tomei um por dia no cafe da manha, depois dividi em 3, fiz o mesmo procedimento, todos os dias, depis passei a dividi-lo ao meio tomei durante uns 5 dias assim, depois aumentei para 7,5 tomando meio mais um quarto, e agora ja estou tomando 10 mg , sem sentir reação alguma ao medicamento. me receitou tbem rivotril, caso eu precisasse para tomar antes de dormir, ESPERO QUE AJUDE A ALGUEM QUE TENHA QUE FAZER USO DESSE MEDICAMENTO E TENHA MEDO DOS EFEITOS COLATERAIS. COMIGO DEU CERTO AUMENTANDO AOS POUQUINHOS E O RESULTADO FOI MUITO SATISFATÓRIO SEM PROBLEMA ALGUM.

      Excluir
  42. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  43. eu estou tomando exodus a 8 dias e ainda não me ajudou, estou muito mal, o meu trabalho preciso falar com muita gente e pensar muito, estou ficando mal e sumindo de tudo, evitando tudo, o que faço para não parar de vez ? esse remédio é o certo mesmo, eu não estou aguentando mais, tenho filho e esposa e uma família maravilhosa, preciso me curar disso.

    ResponderExcluir
  44. Olá. Acabei encontrando o blog e espero, realmente, que alguem possa ler e me responder.
    Eu tomo antidepressivos ha uns 10 anos, ja passei de sertralina pra efexor e depois ecitalopran.
    Mes passado, estando relativamente estavel, resolvi que queria parar de tomar a medicação e assim foi, dia sim dia nao eu tomava.
    Comecei a sentir efeitos colateria físicos, tontura, distanciamento, impossibilidade para dirigir, em contrapartida a libido voltou.
    Incapacitado de continuar o trabalho com a cabeça tonta, resolvi ir num neurologista, assim, do nada, que em 20 minutos me receitou LUVOX.
    Comecei a fazer uso do tal Luvox. Pasmem, estou um caco. Deixei o escritorio que trabalhava (sou advogado, 27 anos) para iniciar em outro, tudo na mesma semana, e não aguentei o tranco. Choro por qualquer coisa, a vida parece nao ter saida ou proposito, meu peito pesa, a respiração é dificil, perdi a vontade de fazer coisas que até mes passado eu fazia, como ir à academia, ou fazer sexo, ou qqer coisa.
    Namoro a 4 anos, tenho medo de acabar decepcionando a todos.
    Consultei com um psiquiatra, quinta feira passada, depois de ter a maior das crises da minha vida. Conversamos durante mais de uma hora. Ele manteve o luvox e receitou rivotril pra dormir. De lá pra cá, 4 dias, nao notei diferença. Vivo como um zumbi, sem perspectiva, me sentindo culpado porque todos ao meu redor trabalham e eu aqui sem animo nem mesmo pra sair de casa tomar um ar. As vezes sinto como se tudo estivesse acabado pra mim, e isso me da uma autopiedade gigante. Não sei o que fazer, nao sei quanto tempo esse remedio maldito leva p fazer efeito,,,,, se alguem puder me dar qqer palavra, agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ricardo! O Rivotril demorou 1 semana para começar a fazer efeito em mim, porém, tenho um cardiologista que é médico da minha família que não gosta desse remédio, devido a falta de memória recente, entre outros efeitos que ele causa. Mas fazer o que? Se precisamos dele, que seja temporário. No mais, o que me ajuda no sono é praticar exercício físico, mesmo sem vontade, preciso colocar a roupa de ginástica (no modo automático, rsrs, sem pensar muito) e sair para a academia. Melhoras!

      Excluir
    2. Meu noivo tá indo pro segundo mês tomando exodus e rivotril, também o segundo mês que está sendo acompanhado pelo psiquiatra. O problema dele é a ansiedade... ele diz que está bem com os medicamentos, porque as crises de pânico e ansiedade monstruosa desapareceram, mas ele mudou. Mudou e muito. Ele foi piorando (sentimentalmente falando) dia após dia. E hoje é um zumbi: trabalho - casa. E pra passar o tempo vive jogando Clash of Clans. Quem o vê pensa que ele está "curado", porque quando é pra interagir com alguém ele interage, ri, conta piada... mas ele não está bem. E eu tô sofrendo tanto quanto ele. Não sei o que fazer. Ele mal fala comigo agora e nem me toca :(

      Queria que alguém me ajudasse com conselhos e me desse alguma orientação de como devo agir e o que posso fazer pra tentar ajudá-lo.


      whats app: 82 96708686

      Excluir
  45. Sofro de ansiedade e tratei por quase 01 ano com Fluoxetina 10mg, foi muito bom e achei que já poderia parar. Um ano depois, me ví passando super mal na rua com pânico e taquicardia, sintomas que vieram com hipotireoidismo "de quebra", rs... Como fiquei com muita vertigem, comecei com o Rivotril, durante uns 6 meses. Também achei que estava bem e resolví ir parando aos poucos. Não conseguí, hoje retornei ao médico. Ele não gosta de Rivotril (disse que traz efeitos negativos consideráveis, como, perda da memória recente) e mudou para o Exodus 10mg. Hoje tomei meu primeiro comprimido e estou mal com efeito colateral mas não irei desistir. Vou começar a terapia e agora vou até o fimmm (creio que ele existe, basta meu esforço). Continuarei postando no decorrer do tratamento, pois faz bem dividirmos com quem sabe o que estamos passando. Obrigada!!! Gra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Grazu

      Ontem fui ao psiquiatra e o mesmo me receitou o EXODUS. Estava tomando sertralina...ai mudou para o PAXIL ( o qual, em dois dias passei mal e parei de tomar por conta até retornar ao psiquiatra), neste meio tempo, continuei tomando a SERTRALINA ( esta, acho que senti todos os efeitos colaterais possíveis rs). À noite tomo o RIVOTRIL, pois sem ele o sono não passa nem perto da minha pessoa. Agora lá vou eu para mais uma tentativa para ver se o EXODUS vai resolver a questão da minha ansiedade extrema e crises de pânico e fobia social. Espero que este não me dê os terríveis efeitos colaterais.

      Excluir
    2. Olá! Eu também tomei um comprimido inteiro no primeiro dia de EXODUS, mas fiquei como se estivesse de ressaca. Como tinha lido na bula que poderia tomar meio comprimido na primeira semana, resolví fazer isto. Estou no terceiro dia de meio comprimido e não estou mal... Daqui uns dias vou passar para a dose inteira. A intenção do meu médico é que eu fique sem o Rivotril após uns 15 dias de Exodus, espero que isto aconteça... Quanto menos remédio melhor né!? Muita força de vontade nesta hora, rsrs. Você sabe que minha mãe e meu irmão mais velho tiveram este mesmo problema de saúde que eu há uns 18 anos atrás, e naquela época nem acesso ao médico eles tinham, era difícil, só restava a força de vontade. Me espelho nesta experiência deles. Vou evitar as coisas e situações que mais me atrapalham. Vamos em frente!!!

      Excluir
  46. Adorei ver tantos "iguais" aqui. Me senti em familia! É bom ouvir a ecperiência do outro.Nos consola. Tomo Zolpidem p dormir, é otimo p mim.Ja o zetron me deixa eletrica demais.Mas estou tirando tudo...me recuso pensar q a paz da minha alma esta numa caiza na farmacia....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao pare sem orientaçao medica, seria um desastre, ja aconteceu comigo... Procure orientaçao e tenha paciencia.

      Excluir
  47. Tenta tomar Prozac com Zetron... Rivotril causa uma dependência absurda... Eu era igualzinha a ti resistente a medicação... Mas não tem jeito precisa tomar, outra alternativa além da acupuntura que dá muito certo é a corrida... Correr ajuda muito. Boa Sorte !!!!

    ResponderExcluir
  48. Ola! Ha 3 semanas comecei a tomar 1 comprimido inteiro de Exodus. Me sinto melhor, porem, gostaria de me sentir como era antigamente. Sinto que sou controlada pelo remedio e fico meio euforica, agonizante pra quem quer ser normal, somente isto... Mas continuo, nao irei desistir. Na proxima consulta, irei pedir ao meu medico a orientaçao sobre isto. Ja o Rivotril estou deixando e pretendo ficar com um remedio so.

    ResponderExcluir
  49. Bom, não sei como começar a falar aqui, pois nunca falei antes em blogs ou algo do tipo, mas nesse momento estou um pouco preocupada comigo, o psiquiatra informou que tenho síndrome do pânico, e que ansiedade, transtorno compulsivo obsessivo, tmb estão associado. Já tomei vários remédios e não me dei bem com muitos, meu organismo rejeitava os antidepressivos que o médico passava, até que ele passou o RIVOTRIL, pensei que era a solução do meu problema, pois comecei a fazer tudo que não conseguia, faz mais de um ano que tomo esse remédio, mas agora estou muito preocupada, pois estou tentando parar de tomar a medicação e não consigo, meus problemas estão voltando e meu médico não fala no fim do tratamento, mas estou tendo efeitos colaterais, como esquecimento e não consigo mais ficar sem a medicação, pois fico em abstinência horrível, não consigo fazer nada, então não sei o que faço, pois NÃO CONSIGO PARAR DE TOMAR O RIVOTRIL, se alguém teve essa experiência e conseguiu se livrar por favor me ajude.

    ResponderExcluir
  50. OI gente,
    sofro de síndrome do pânico há mais de vinte anos.Tentei todos os tratamentos possíveis.Terapias,ioga,um tratamento chamado Abordagem Direta do Inconsciente.
    Consultei vários psiquiatras no meu estado e em outros,tomei os mais variados anti depressivos e ansiolíticos .
    Só consegui ter uma melhor qualidade de vida quando tomei citalopram de 20mg com rivrotil de 1mg 2x ao dia.
    O diagnóstico infelizmente é que irei tomar medicamento pelo resto da minha vida,confesso que não é nada agradável uma notícia dessa.
    Mas diante de tantos tratamentos ,tenho q aceitar o diagnóstico,eles dizem que nasci com uma pre´-disposição para depressão e ansiedade.(mas não uma ansiedade qualquer.é uma coisa horrível ,não desejo pra ninguém).
    Tenho medo de tudo,tinha tudo pra ser feliz mas essa doença terrível não permite.
    Me dou por satisfeita em consegui trabalhar e viver uma vida quase normal.
    Hoje já não penso da dependência das drogas ,quero me sentir feliz!!!!
    um abraço!

    ResponderExcluir
  51. Temos que ver antes de tudo como anda a nossa""familia"" pais, irmãos, filhos principalmente. Este fator é importantissímo para não tomar nada disso. Aconchego, amor da família. Eu passo por isso, e nada, nenhum remédio me faz melhorar minha vida, porque os laços familiares estão endurecidos, quebrados. isso é horrivel!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com voce!

      Excluir