domingo, 31 de julho de 2011

na alegria e na tristeza

há um jeito bem simples de desvendar o caráter das pessoas. Basta analisar duas situações opostas: 1) quando você está por cima; e 2) quando você está na merda.

no caso 1, as pessoas o cercam “como insetos em volta da lâmpada”: enviam e-mails, telefonam, apresentam-se. É como se dissessem: “Oi, se precisar de mim, estou aqui, viu!” (na verdade, quem precisa de algo são elas, não você). 

no caso 2, as pessoas simplesmente evaporam: não respondem e-mails, param de telefonar, fingem-se de mortos.

excetuando-se a sua mãe e os seus amigos leais – esses que permanecem ao seu lado na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na puta que o pariu – o resto da humanidade, até que me provem o contrário, não é confiável.

é o interesse, nada além do interesse, 
que move você, eu, os “insetos” e o Ricardo Teixeira. 

e não falo apenas do interesse mais mesquinho de todos, o financeiro. Existem outros, dezenas de outros interesses envolvidos numa relação interpessoal.

o desprendimento é para poucos, muito poucos.

agir por interesse não é nenhum crime. Relações são baseadas em trocas, no toma-lá/dá-cá. Mas é preciso pensar bem antes de se desinteressar por alguém que, momentaneamente, perdeu seus predicados. Lembre-se: quem está na merda hoje pode virar presidente da República amanhã.

e nada melhor que um dia após o outro pra gente saber quem são os ratos que abandonam o navio ao primeiro sinal de fumaça.

3 comentários:

  1. A triste verdade... Apoiado companheiro!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o texto. Ainda bem que existem aqueles amigos leais que estão com você até na merda e na puta que o pariu...são esses que importam. O resto é lixo.
    Beijos, fique bem! :D

    ResponderExcluir
  3. tenho amigos que se lembram de mim quando ELES estão na lama, já que sabem que eu moverei mundos e fundos pra ajudá-los. engraçado isto né?

    porque quando os bonitões estão no bem-bom o número deles não aparece na minha bina... estes são que tipo?

    ResponderExcluir