domingo, 25 de setembro de 2011

aos anônimos rancorosos

percebo que existem leitores que não gostam de mim, não gostam do que eu escrevo, não gostam deste blog, não gostam...

devem ser pessoas intelectualmente mais bem preparadas do que eu, pessoas que preferem ler, sei lá, o Reinaldo Azevedo lá na “Veja”. Ou pessoas com prisão de ventre. Vai saber.

só não entendo porque, então, continuam voltando aqui. E, sem nunca “mostrar a cara”, fazem o diabo para me provocar. Até com insinuações à minha sexualidade. Desista.  Eu me orgulho de quem sou.

eu, quando não curto determinado lugar, blog, site, jornal, revista, puteiro etc., simplesmente os ignoro. Afinal, por que vou perder o meu precioso tempo com aquilo que não me agrada?

outra coisa: esses leitores parecem não entender que este blog é meu, só meu. Não está ligado a nenhum portal ou empresa. Por isso, não devo obediência a ninguém. Não preciso ser “bonzinho” com ninguém. Escrevo aquilo que bem entender. Ponto final. E se, por acaso, alguém se sentir incomodado, basta ir catar coquinho na “tonga da mironga do kabuletê” e me deixar em paz. Simples assim.

ah, mas “se desceu pro play, tem que saber brincar”.

sim, claro. Se tenho um blog aberto ao público, sei que vai ter muita gente que vai discordar de mim. Aceito e publico qualquer comentário contrário ao que eu escrevo. Desde que não parta para a ofensa pessoal. Quer cuspir no chão, cuspa no chão da sua casa. Aqui, não permito “porcalhões”.

a intenção desde blog não é, nem nunca foi, ser legal, fofo, edificante. Na verdade, é o oposto. Gosto de cutucar os leitores e, na medida do possível, levantar questões que levem a alguma reflexão. Se consigo? Quase nunca. Mas, ao menos, serve para eu mesmo pensar sobre o assunto e rever os meus preconceitos. Certo ou errado, opino e opino e opino e, muitas vezes, mudo de opinião... Quase como se estivesse numa mesa de bar, conversando com amigos.

para quem curte escrever, ter um blog é terapêutico. Desestressa como um puta que o pariu! bem articulado. E, pra finalizar, um aviso aos anônimos rancorosos: contamine-se com o seu veneno à vontade, mas não espere que eu morra no seu lugar.

10 comentários:

  1. Muita gente tem te enchido o saco, Marcos? Tem sempre uma turma em alerta vermleho contra qualquer coisa, qualquer opinião, qualquer pessoa. Deixa eles pra lá. e manda a resposta adequada ao seu fígado no momento. Mas isso você sabe, é claro... Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Érico, a internet é morada do rancor. Abs.

    ResponderExcluir
  3. Puro prazer perverso. E não tem rancor, não. É diversão mesmo - sobre textos que são rancor total. Agora, se vc é tão independente e masterfodão, por que se justificar tanto, rapaz? Siga opinando, opinando, opinando que a gente segue chochando, chochando, chochando. I die a thousand times. MWAH!

    ResponderExcluir
  4. Sabe por que essas pessoas entram aqui, Marcos?

    Porque não têm o que fazer, nem moral de escrever textos com a sinceridade que você escreve.

    É um saco ver, quase diariamente, comentários de gente covarde.

    Mas fico feliz por continuar escrevendo.

    Bom domingo! Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Marcos... Desencana. Blogs são para isso mesmo e mais um pouco. Fique tranquilo. Só não tenho pena destas pesssoas pq numa democracia elas se aglutinam e desta forma se fortalecem. Constroem verdairos partidos ultraconservadores que lutaram para a supressão de qualquer forma de diversidade. É triste ver que caminhamos para o abismo, mas mesmo assim não podemos perder a esperança. E só uma coisa, se os comentários forem graves, abra um processo... Descobre-se o IP dos sujeitos e punição neles.

    ResponderExcluir
  6. MWAH...
    não sou masterfodão. Apenas me garanto.
    por isso, assino o q escrevo.
    abs.

    ResponderExcluir
  7. Isa...
    rancor, puro rancor de gente reacionária.
    bj.

    ResponderExcluir
  8. Palavra de ordem...
    Tô tranquilo.
    só curto provocar os babacas.
    Abs.

    ResponderExcluir
  9. Mas afinal o que esse blog tem de tão provocador e revolucionário a ponto de todos que discordam serem chamados de reacionários?

    ResponderExcluir
  10. Anônimo, este blog não tem nada de provocador ou revolucionário. Quem me dera tivesse.
    Este post não é para as pessoas que discordam. Como falo no texto, aceito as discordâncias e até as incentivo. Gosto do debate. Não tenho intenção nem quero que todos concordem com o que escrevo.
    O que abomino são xingamentos gratuitos, principalmente em relação à minha homossexualidade. Esses, para mim, são reacionários, sim. Como estou sempre monitoranto o blog, deleto vários coments preconceituosos. Tem um imbecil que já entrou aqui e publicou uns 25 coments me xingando. Tive q deletá-los um por um. O que parece incomodar as pessoas é a questão gay. Abs.

    ResponderExcluir