quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

o que eles são, porra?


Robert Crumb para a revista Vice:

"O ponto do desenho (acima) é que realmente não dá pra saber. Banir o casamento gay é ridículo porque quem é você pra dizer de que porra de gênero alguém é? Pode ser qualquer coisa — um travesti casando com uma transexual, ou qualquer porra assim. As pessoas são capazes de fazer qualquer coisa sexualmente falando. Banir o casamento dessas pessoas porque alguém não gosta da ideia de eles serem do mesmo sexo, isso é ridículo. Esse é o ponto da capa: aqui está o funcionário do departamento de licenças de casamento, e ele não pode dizer se está vendo um homem e uma mulher ou duas mulheres. O que eles são, porra? Você não consegue saber o que eles são! Tive a ideia de fazer os dois com uma aparência unissex, nenhum dos gêneros. Vi na TV uma vez essa pessoa que estava numa cruzada contra a definição sexual, e não dava pra saber se a pessoa era macho ou fêmea — completamente assexuada. Originalmente eu ia fazer a capa desse jeito, mas quando desenhei não parecia muito interessante, então decidi fazer algo mais chocante."

é isso aí, Crumb: quem somos nós "pra dizer de que porra de gênero alguém é?". Não houvesse essa separação entre masculino e feminino, seríamos apenas humanos.

o desenho acima era pra ser a capa de uma edição de 2009 da revista "New Yorker". Segundo Crumb, o desenho foi rejeitado.

2 comentários:

  1. E tem mais: casamento não tem nada a ver com sexo ou gênero. É um contrato civil entre duas pessoas que têm um projeto de vida comum.
    Abraço!
    Muque de Peão

    ResponderExcluir