segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

socorro! Os evangélicos querem nos cur(r)ar


projeto – ou melhor, projétil de um deputado de Goiás e líder da Frente Parlamentar Evangélica quer legalizar a “cura gay”.

o tal projétil pretende sustar dois artigos instituídos em 1999 pelo Conselho Federal de Psicologia. Quais são: a proibição de emitir opiniões públicas ou tratar a homossexualidade como um transtorno.

a cambada evangélica, informa reportagem da Folha de S.Paulo, acredita que “os pais têm o direito de mandar seus filhos para redirecionamento sexual”. Ou seja, “curar” os filhos dessa “pouca vergonha” chamada homossexualidade.

para quem ainda não entendeu, é bom aprender de uma vez por todas: a homossexualidade não tem “cura” simplesmente porque não é doença. Fim de papo.

e se existem gays em conflito porque são gays, isso é fruto do preconceito, da intolerância, de iniciativas obscurantistas como esse projétil imbecil desse deputado goiano.

sem preconceito, sem intolerância e sem a cambada evangélica metendo o bedelho na vida alheia não haveria conflito e cada um seria feliz do modo que bem entender.

a patriotada alegre gosta de dizer que o Brasil é “o país do futuro”. Pergunto: que futuro é esse se estamos nos tornando cada vez mais medievais?
 

Um comentário:

  1. acho que essas pessoas não tem nada de produtivo pra pensar/fazer e ficam aí gastando tempo e energia em levantar bandeiras ridículas e retrógradas (fui phina na escolha dos adjetivos...). bora botar a "cambada" pra descarregar um caminhão de cimento por dia e vamos ver quem tem energia pra esticar o dedo no nariz do outro.

    que cada um seja "feliz do modo que bem entender" ponto.

    ResponderExcluir