segunda-feira, 9 de abril de 2012

Gretchen: quem pode julgá-la?


no programa “De Frente com Gabi” (08/04), do SBT, Gretchen revelou que recebeu R$ 1,5 milhão pelo filme pornô que fez em 2006.

explicou que, naquela época, seus shows haviam diminuído e ela precisava do dinheiro para continuar sustentando seus filhos.

antes de julgá-la, que tal a gente se olhar no espelho e refletir até onde seríamos capazes de ir por dinheiro?

ok, talvez nem eu nem você aceitaríamos fazer um filme pornô. Mas será que existe alguma diferença entre fazer um filme pornô e se sujeitar às mais diversas humilhações para manter o emprego de merda que garante o pão nosso de cada dia? Não estamos, de um jeito ou de outro, nos vendendo?

Gretchen, ao menos, ganhou de uma só vez dinheiro suficiente para ajeitar a vida.

na mesma entrevista, Thammy, a filha da Gretchen, que também fez um filme pornô, disse que “o dinheiro comanda o mundo”.

alguém discorda? Eu não.

afinal, todos passamos a vida correndo atrás dele. E acho que só ficamos sabendo até onde seríamos capazes de ir por dinheiro quando a oportunidade de ganhá-lo surge à nossa frente.

é nessa hora que os nossos valores morais são colocados à prova. E muitas vezes, como no filme “Proposta Indecente” (1992), mais vale US$ 1 milhão na mão do que “morrer de fome” abraçado à sua honra.

que eu saiba, Gretchen não prejudicou ninguém ao fazer o filme pornô. Então, tá valendo. Assim como tá valendo se você prefere viver de pão e água.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário