sábado, 12 de maio de 2012

máquina do tempo


em qual tempo você vive: no passado, no presente ou no futuro?

saudosistas e arrependidos costumam viver no passado e olhar para trás com tristeza. “Eu era feliz e não sabia”, resmungam, lamentando as coisas que perderam pelo caminho. Alguns vão além. E sentem falta até daquilo que não viram, não experimentaram, não vivenciaram. Tem gente que ainda nem era gente, mas queixa-se por não ter vivido a época da calça boca de sino.  

para esses, o mundo acabou em algum lugar do passado.

apressados e ansiosos costumam viver no futuro e têm o hábito de botar-se na ponta dos pés para tentar enxergar o que vem pela frente. Esses estão sempre querendo antecipar as surpresas da vida e, angustiados, seguem aquele lengalenga que diz pra gente não deixar para amanhã o que pode ser feito hoje. De olho no ano 2030, abdicam dos prazeres imediatos acreditando que podem controlar o imponderável.

para esses, o mundo será melhor em algum lugar do futuro.

por fim, entre o passado e o futuro está o presente, o mais desprezado dos tempos. Viver o aqui e agora é encarar a realidade nua e crua mais próxima, aproveitar cada minuto como se fosse o último, participar da história.

o problema é que a gente ainda não aprendeu a viver acima do tempo. Estamos sempre choramingando o passado ou criando expectativas em relação ao futuro. Enquanto isso, o presente nos escapa e, quando a gente se dá conta, já virou passado a se lamentar.

nosso mundo atual até pode não ser lá grande coisa. Mas é melhor vivê-lo do que não viver mundo algum. Afinal, não temos mesmo como voltar atrás. E o futuro nada mais é que mera possibilidade. Vai que...
     

Um comentário: