quinta-feira, 31 de maio de 2012

mundo cheirosinho


31 de maio é o Dia Mundial sem Tabaco.

Se verificarmos o calendário, tem também o Dia Mundial sem Carro, o Dia Mundial sem Compras e o Dia Mundial sem Carne.

Esqueci de algum?

Houve um tempo em que o mundo era um lugar muito mais divertido, livre e desencanado. Hoje, não mais. Hoje, o legal é posar de talibã e patrulhar tudo que os outros fazem ou deixam de fazer. Até piada virou motivo de escândalo.

Não sei se você reparou, mas de repente, não mais que de repente, os não-fumantes passaram a se sentir ameaçados de morte pelas baforadas dos fumantes. Viramos, da noite para o dia, assassinos potenciais dos “saudáveis”. Em Nova York, o prefeito de lá pensa até em proibir o fumo nas (!) calçadas.

Ok, doutor Dráuzio, o cigarro faz mal à saúde e a gente sabe. A gente é fumante, a gente não é burro, porra!

De qualquer forma, parece que vivemos um momento de ajustes. Inventamos o cigarro, o carro, o consumismo e o hambúrguer. E agora descobrimos que o cigarro, o carro, o consumismo e o hambúrguer são “coisas do diabo”. Por isso, precisamos acabar com essas coisas antes que essas coisas acabem conosco.

Se vai dar certo, não sei. E acho que não vou estar aqui quando o mundo, enfim, se transformar num gigantesco e chato Convento de Pecadores Redimidos.

Pode não parecer, mas não sou um ignorante completo. Sei das boas intenções dessas campanhas de conscientização. E até apóio algumas. 

Agora, cá entre nós, por quanto tempo você suportaria viver cercado de gente boazinha, num mundo todo certinho, cheirosinho, arrumadinho e "celestial"?

Eu: só o tempo de me jogar pela janela.
 

2 comentários:

  1. eu também estaria na fila do pulo. com certeza.
    beijo
    iza

    ResponderExcluir
  2. ODIO MORTAL desta gentinha Sandy, se é q vc me entende...

    ResponderExcluir