sexta-feira, 20 de julho de 2012

sai da frente, porra!

Nas chamadas para o programa “Na Moral” desta quinta, 19, cujo tema foi o casamento gay (ou casamento igualitário), o apresentador Pedro Bial perguntava: 

“Você aceita numa boa? Ou você não aceita de jeito nenhum?”

Quer saber? Dane-se se você não aceita o casamento gay de jeito nenhum! Problema seu!

Não estou pedindo a sua aceitação, nem a sua compreensão, muito menos a sua permissão. Só solicito, por gentileza, que você saia da frente para que eu e outros possamos passar.

Sabe quando você tem pressa e se depara com um grupinho de escritório atravancando a calçada no horário do almoço?

É isso: pode seguir o seu caminho em paz. Só quero que você e seu grupinho respeitem o meu espaço e não atrapalhem a minha passagem.

Entendeu? Ou preciso desenhar?

3 comentários:

  1. Adorei o post. Simples, direto e eficiente. Parabens!

    ResponderExcluir
  2. Tembém adorei seu post. Apesar de simples e direto é inovador, porque muitas vezes fazemos rodeios, discutimos caquinhos e pedacinhos, perdendo a visão assertiva em relação às variações sobre o mesmo tema. Abs. José Solon.

    ResponderExcluir
  3. Cara, pensei a mesma coisa quando vi essa chamada. Como assim, vc aceita?
    Você não tem a opção de aceitar ou não, porque essa é uma realidade e ponto final.
    Você pode não gostar disso e só.
    Realidade não pode ser aceita ou não, ela EXISTE, aceite vc ou não.
    Dizer que não aceita o casamento gay é tão patético quanto dizer que não aceita a chuva, ou o vento. "ah, eu não aceito a chuva, não concordo com a chuva e quero que ela pare agora..." ahammm, senta lá, Cláudia...
    Não existe a opção de NÃO ACEITAR!

    ResponderExcluir