sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Homofóbicos são bunda-moles


Ao contrário dos homossexuais que, cada vez mais, assumem a sua condição em público e enfrentam a intolerância dos babacas sem medo de ir para o inferno, homofóbicos são bunda-moles, não têm colhões para assumir a sua homofobia.

Em Joinville, Santa Catarina, Leonel Camasão, candidato do PSOL a prefeito da cidade, incluiu em sua propaganda política na TV um beijo gay. O editor de um tal Jornal da Cidade, João Francisco da Silva, atacou a iniciativa: "Nojento aquele beijo gay exibido no programa eleitoral do Leonel Camasão, do PSOL.”

Procurado pelo site Vírgula, o editor disse que a propaganda o agride e comparou a veiculação do beijo gay com um “sujeito cagando de porta aberta ou assoando o nariz na toalha da mesa”.

Quanta elegância, não?

Mesmo assim, mesmo atacando a comunidade LGBTT, o cara afirmou que não é homofóbico e, para validar sua afirmação, disse que tem amigos gays assumidos.

Olha, se eu fosse amigo desse cara, ele já tinha virado sopão.

Posso estar enganado, mas nunca ouvi nenhum homofóbico declarar abertamente: “Sou homofóbico!”. Covardes, explicam-se dizendo que não têm nada contra os gays, desde que os gays fiquem enclausurados em guetos.

Perdeu, babaca! Estamos aí. Ao vivo e a cores em todo lugar. E você, mesmo com nojinho, vai ter que nos engolir.

Leia a notícia aqui
 

Um comentário:

  1. http://tradutorapicareta.wordpress.com/

    Bruna Arantes Bernardes - Tradutora Picareta

    ResponderExcluir