quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Promessas

Em época de disputa eleitoral, o que mais ouvimos são promessas de um mundo melhor, com mais educação, saúde, segurança, blá-blá-blá.

Mas os políticos não são os únicos a fazerem promessas que jamais irão cumprir. Todos agimos assim. Afinal, as promessas são parte fundamental do jogo da vida, onde quem blefa melhor vence.

Da mesma forma que os candidatos surgem na TV vendendo-se como “pessoas íntegras”, preocupadas com o bem-estar da população, nós fazemos o mesmo em nosso mundinho particular, propagandeando as nossas supostas boas intenções e omitindo/maquiando características que podem causar danos irreparáveis à nossa imagem.

Assim é: viver é fazer de conta. Eu faço de conta que sou legal, você faz de conta que é legal, e estamos conversados.

Nelson Rodrigues tem uma frase sensacional: “Se cada um soubesse o que o outro faz dentro de quaro paredes, ninguém se cumprimentava.” Vou além: se cada um soubesse o que o outro realmente é e pensa e intenciona, conviver seria um "salve-se quem puder".

Por isso, para evitar o soco na cara e as guerras, inventamos os "acordos de convivência", onde cada um age para defender seus próprios interesses, mas fingindo que não.

Ou você, para seduzir o outro, nunca prometeu mais do que podia entregar?
    

Um comentário:

  1. Vô começa a menti e omiti mais sobre mim vou contar só o nescessário pras pessoas tmbm acho isso.

    ResponderExcluir