quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Candice: a moça sem barriga


Sei que aboliram os circunflexos dos pêlos, mas da mesma forma que prefiro manter os meus pêlos a raspá-los (como andam fazendo muitos homenzarrões por aí), também prefiro pêlos com circunflexos. Não gosto dessa “higienização” ortográfica nem corporal.

Tudo virou “sujeira”, “excesso”, “defeito”. Até os pobres pêlos masculinos que, anos atrás, eram aceitos no baile sem qualquer contra-indicação.

Outra mania, mais recente, diz reportagem do UOL, é uma tal barriga negativa. E o que seria mais essa maluquice? Acredite: “um abdome com curvatura invertida”, em que “os ossos do quadril e das costelas são mais proeminentes que a barriga”.

A foto aí ao lado é da modelo sul-africana Candice Swanepoel, a moça que inventou o “estilo” ao postar imagem de sua não-barriga no Twitter.

Veja só: já não basta eliminar a gordura da barriga, agora é preciso eliminar a própria barriga.

Até acho interessante essa rebeldia contra o corpo, essa possibilidade de mudá-lo, transformá-lo, subvertê-lo. Além de libertário, é antirreligioso. Se foi Deus quem fez assim, a gente renega e remodela de acordo com as nossas necessidades estéticas.  

Esse estica e puxa, no entanto, parece cada vez mais fora de controle.

Ao perseguir esse esquisito padrão de beleza anoréxico e higiênico (sem pêlos, sem gordura, sem rugas, sem papas, sem celulite, sem suor, sem “sobras” de qualquer tipo), muitas vezes, ao invés de embelezar, deforma-se o corpo, como fazem alguns photoshopeiros quando exageram no retoque.

Ou parecer um triste somali, com a barriga seca de fome, agora é bonito?

Um comentário:

  1. Isso é horrrrrível.......meu Deus......affffffff

    ResponderExcluir