sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Procura-se um amor




























A gente só sabe amar assim: esperando “alguém que caiba no nosso sonho”, alguém que goste das mesmas coisas que a gente gosta, alguém que obedeça aos nossos caprichos. Às vezes, acho que a gente não procura um amor, procura uma “vítima”. 

Esses cartazes aí em cima são da designer carioca Thaís Aragão e publicados em seu tumblr (aqui).
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário