quarta-feira, 13 de março de 2013

Tolerância zero


Olha, não tem essa de respeitar e tolerar qualquer ponto de vista. Falou merda, como o tal Marco FeliciÂnus, temos que partir logo pra porrada.

Houve um tempo, lá no passado, que sociedades supostamente justas e civilizadas achavam a escravidão “normal”, mulheres eram consideradas “pessoas de segunda classe” e a homossexualidade era punida com prisão. Devemos respeitar e tolerar tais absurdos?

Não, definitivamente não. Evoluímos e, hoje, existem valores universais que precisam ser acatados por todos, sem exceção.

Uma coisa é você defender o uso da pochete (questão de gosto); outra, bem diferente, é você defender qualquer tipo de discriminação contra negros, mulheres, homossexuais. Neste caso, não se trata de gosto nem de opinião. Trata-se de preconceito. E todo preconceito deve ser combatido.

O que for “questão de gosto”, cada um que cuide do seu. Mas o que for preconceito, não sejamos indiferentes. Sejamos intolerantes.
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário