segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Sorrisos exatos

Ei, não exija de mim só sorrisos.

Não sou de sorrir pra qualquer um, 
a qualquer hora.
Não sou de sorrir porque convém.
Não sou de sorrir por um punhado de atenção.
Não desperdiço sorrisos em vernissages.
Não sorrio para parecer legal.

Meus sorrisos são raros,
porque são raros os sorrisos sinceros.

Meus sorrisos demoram,
porque desconfio de sorrisos apressados.

Meus sorrisos são exatos,
porque só os bobos sorriem a esmo.

Quer um sorriso?


Não peça,
mereça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário