domingo, 1 de maio de 2016

tempo demais

2 comentários:

  1. Marcos, lendo um dos seus posts mais lidos (sobre exodus) me veio a cabeça te mandar esse vídeo (que é de minha autoria, de meu canal).
    Há alguns meses passei por um trauma super chato e desde então me tornei uma pessoa encanada. Eu não ouço vozes, não viajo na maionese, não vejo coisas, mas sinto muita tristeza, medo e não confio nas pessoas.
    Acho que fui tão ingênuo na minha vida e tão protegido que à partir do momento que tive que lidar com uma maldade muito chata, abriu uma nova aba no meu cerébro. Comecei a enxergar situações que eu deveria ter enxergado no dia-a-dia. Só que não, foi tudo d'uma vez.
    Era pra eu ter tomado esse remédio porém decidi me resolver sozinho, colher, pensar e filtrar. E, aquilo que me faz mal, desapegar.
    Apesar desse medo e desconfiança eu luto com isso pra nunca me deixar cair, ou seja, eu sempre saio quando dá, tento agregar meus antigos amigos.
    Acho que boa parte desses problemas que veio pra eu me resolver foi por conta de ser diferente. Ai as pessoas falam: - Todo mundo é igual!. - Não, as pessoas não são iguais, nem todos nascem com suas faculdades mentais, um sabe cozinhar, o outro sabe escrever, um tem o cabelo x, o outro tem o estilo y e, assim, vai. Logo podem confundir ser autêntico com esquizofrenia. Não vejo além, posso até ter algumas percepções mais aguçadas, mas não vejo futuro, não converso com figurinhas, não ouço vozes e não crio algo como 'se eu fosse O ESPECIAL'.
    Por ser gay assumido e meu visual por ser fora dos padrões, eu fui muito ofendido, mas referente isso sempre estive ciente que aconteceria. (o que eu acho que colaborou com meu medo e encanação)
    Esse vídeo é pra motivar o que somos, independente do que sejamos - sempre pro bem, claro. Que cada um nasce sim de uma forma, com seus dons, qualidades/defeitos e que à partir do momento que você acredita e vai atrás, você pode ser o que quiser.
    Ai sim ninguém é diferente, na capacidade de conseguir aquilo que quer ser.
    Esse é o meu vídeo, sobre não sermos mais um. Eu não vou conseguir te responder aqui, mas pode comentar no vídeo ou mandar um tweet @lauhithip ou até mesmo no instagram @thislau. Esse foi meu desabafo! Obrigado pro ler.
    https://youtu.be/gQ5gtS3F_dA

    ResponderExcluir